Revista Pós-Venda
NotíciasPeçasDavasa abre novo armazém em Coimbra

Davasa abre novo armazém em Coimbra

por

A Davasa abriu um novo armazém de peças em Coimbra, regressando de novo a uma cidade onde já tinha marcado presença no passado. Hugo Tavares, Diretor para Portugal da Davasa, explica a razão deste regresso, assumindo que no futuro a empresa pretende ter outras posições geográficas no nosso país.

A Davasa regressa a Coimbra. A escolha desta localização geográfica teve alguma razão estratégica?
Acima de tudo a proximidade aos clientes, já estivemos no passado em Coimbra e correu muito bem, mas por causa da crise existente nessa altura a nível ibérico e no mercado, houve necessidade de restruturação. Após nova adaptação, criamos novas sinergias e reforçamos o nosso trabalho interno e externo onde estávamos bem cimentados e sem “ turbulências “, neste caso em Lisboa, onde desenvolvemos um excelente trabalho.

Ultrapassada essa fase, verificamos existência de nova oportunidade de crescer em Portugal agora na zona norte,  e optamos por partir para novo desafio no Porto, onde temos vindo a desenvolver um excelente trabalho e conquistamos o nosso espaço, agora e passados 6 anos , achamos que seria altura de regressar a Coimbra onde nunca esteve esquecido e foi sempre uma aposta à espera do momento e da altura ideal .

Concluímos que seria agora o momento com as necessidades que dia após dia verificamos no mercado das peças onde o serviço é ao dia de hoje uma necessidade clara de colocar a peça na hora e, desde Lisboa ou Porto, tal não era possível. Por mais que o cliente quisesse não conseguíamos satisfazer essa necessidade e notamos que o mercado da zona centro nos estava a escapar por falta de competitividade no serviço .

Acreditamos todos que o projeto vai correr bem, e vamos fazer um excelente trabalho .

Quais as expetativas comerciais com a abertura deste novo armazém?
Crescimento do nosso negócio, desenvolver o nosso trabalho sempre com o foco na satisfação e preocupação com o nosso cliente, com o único fim de fazer crescer o negócio do nosso cliente e no fim todos sairmos a ganhar.

Que zonas geográficas pretendem trabalhar com este armazém?
Queremos desenvolver dois modelos de trabalho: o do serviço com nosso transporte próprio com duas carrinhas para um serviço dedicado num raio de 50 km a volta do armazém, e o outro será com parceiros locais para chegar a toda a restante zona centro 2 a 3 vezes de manhã até à tarde com o máximo de horário de entrega até as 15h30m.

Quais os meios que estão afetos ao novo armazém (pessoas, carrinhas, etc)?
Temos duas pessoas internas no armazém para expedir encomendas e duas carrinhas próprias em entregas constantes. Além dos transportes nacionais e locais que nos apoiam na rapidez de serviço .

Qual a área das instalações? É só armazém ou tem balcão de peças?
Temos 360 metros quadrados que de momento é só armazém, com uma linha de atendimento de Call Center , mas o cliente pode, se optar ir diretamente ao armazém, recolher a sua encomenda. Para breve também haverá balcão de atendimento.

Qual será a política de stock para este armazém?
Maioritariamente material desgaste / manutenção, focado com uma cobertura muito mais ampla em referências que em quantidade, visto termos reposições diárias desde o armazém central de Lisboa de manhã para a tarde.

Depois desta abertura, está prevista mais alguma abertura?
Sim!!!

Nº de visitas: 170 ~ Visto Hoje: 1
Tags:

Deixe uma resposta

Contactos

Rua do Sol, 8-A, Vila Fria, 2740-166 Porto Salvo

+351 21 806 89 49

geral@posvenda.pt

siga-nos

Voltar para Topo
Shares
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com