Revista Pós-Venda
NotíciasPrimeiro EquipamentoRenault investe 100 milhões e cria 150 postos de trabalho em Cacia
Renault Cacia

Renault investe 100 milhões e cria 150 postos de trabalho em Cacia

por

A Renault Cacia foi a fábrica escolhida entre as do Grupo Renault para a produção de uma nova geração de caixas de velocidades e para tal a Renault irá investir em Cacia, nos próximos 3 anos, um montante de mais de 100 milhões de euros.

A Renault Cacia é uma das maiores exportadoras nacionais, fornecendo componentes para muitos dos modelos da Aliança Renault-Nissan. Em 2015, o volume de negócios foi de 280,6 milhões de euros (um crescimento de 7% face ao ano anterior), com a totalidade desse valor destinada a exportação. A unidade emprega atualmente 1.200 colaboradores. Com este importante e significativo investimento, vão ser criados 150 novos postos de trabalho permanentes e a atividade fica garantida para os próximos anos. O primeiro-ministro, António Costa, esteve hoje presente no anúncio deste investimento.

O investimento para a produção de uma nova geração de caixas de velocidades para o Grupo Renault, resultará na modernização da fábrica, na criação de 150 novos postos de trabalho permanentes assegurando o futuro desta unidade por vários anos.

A modernização da atividade resulta, igualmente, na criação de emprego ainda mais qualificado (mais de 20 engenheiros em 2016) testemunhando não só o crescimento da atividade mas também o desenvolvimento das competências e o know-how tecnológico da Renault Cacia.

Um importante investimento para a economia local, mas também para a economia nacional, uma vez que a Renault Cacia exporta para quatro continentes a totalidade da sua produção, com um volume de negócios que se aproximará, em 2016, dos 300 milhões de euros. A Renault Cacia é (dados de 2014) uma das 15 primeiras empresas exportadoras do País.

A concretização do investimento agora anunciado foi possível graças à assinatura de um acordo de empresa, entre a administração da fábrica e os representantes dos trabalhadores. Este acordo, que estará em vigor para o quadriénio 2017-2020, integra a componente de evolução salarial, de acordo com a inflação, a introdução das regras de flexibilização do horário de trabalho e prevê a integração nos quadros da Renault Cacia de 150 colaboradores com contrato de trabalho sem termo.

De salientar que esta evolução do nível de emprego é concretizada no momento em que Cacia tem o maior número de colaboradores dos últimos 20 anos.

A produção desta nova geração de caixas de velocidade, que o Grupo Renault decidiu atribuir à Renault Cacia é também o reconhecimento do “know-how”, da competência e do desenvolvimento tecnológico da fábrica localizada no distrito de Aveiro.

No ano do seu 35.º aniversário, a Renault Cacia foi duplamente distinguida como melhor fábrica de caixas de velocidades (Tipo J) do grupo Renault em 2015 e, mais recentemente, igual distinção foi também atribuída pela Aliança Renault-Nissan.

Mais informações sobre a fábrica neste link.

renault-cacia-3

antonio-cota-na-visita-a-renault-cacia

 

 

 

Nº de visitas: 118 ~ Visto Hoje: 1

Deixe uma resposta

Contactos

Rua do Sol, 8-A, Vila Fria, 2740-166 Porto Salvo

+351 21 806 89 49

geral@posvenda.pt

siga-nos

Voltar para Topo