Ver todas

Back

Desqualificação dos reparadores e instaladores de Tacógrafos e Taxímetros

17 Novembro, 2021
6411 Visualizações

Um despacho do Instituto Português da Qualidade, publicado ontem em Diário da República, vem inibir os reparadores e instaladores de Tacógrafos e Taxímetros de efetuar qualquer reparação ou instalação destes componentes, já a partir de 1 de janeiro 2022.

De acordo com o “Despacho n.º 11222/2021”, o Instituto Português da Qualidade diz que foram revogados os despachos de qualificação de uma série de entidades, por não existir necessidade do reconhecimento da qualificação de entidades como Reparador e/ou Instalador para a realização das operações de Primeira Verificação e de Verificação Periódica, encontrando -se garantida a efetiva cobertura a nível nacional do controlo metrológico legal de tacógrafos e taxímetros.

Como tal, diz o mesmo destapacho, ficam as entidades inibidas de exercer a atividade a que se referem os despachos ora revogados, ficando igualmente impedidas de utilizar a designação de entidade qualificada, proceder a ações publicitárias ou emitir qualquer documento com referência àquela qualificação.

Esta medida, de acordo com o mesmo despacho, diz que a mesma tem efeito já a partir de 1 de janeiro de 2022.

Este despacho poderá ter um enorme impacto neste setor da atividade, pois em Portugal uma avaria num tacógrafo não poderá ser reparada, pois deixa de existir entidades qualificada para o efeito a partir de 1 de janeiro de 2022, o que poderá causar a imobilização da viatura.

Leia AQUI o Despacho n.º 11222/2021, onde constam os nome de todas as entidades inibidas de exercer a atividade a que se referem os despachos ora revogados.

 

PALAVRAS-CHAVE