Revista Pós-Venda
InfotainmentNotíciasTecnologiaNissan revela estudo sobre a importância da conetividade no automóvel
nissan

Nissan revela estudo sobre a importância da conetividade no automóvel

por

A conetividade entre o automóvel e os dispositivos móveis é algum que está a mudar as nossas vidas a bordo de um automóvel. Por isso, compradores de automóveis admitem que podem gostar de tudo num novo modelo – da imagem, preço, economia de combustível e condução – mas sairão do concessionário se esse automóvel não se conectar adequadamente com o seu telemóvel.

Um estudo utilizado pela Nissan para perceber a importância do desenvolvimento de sistemas de infoentretenimento de elevada tecnologia para os seus crossovers, como o Qashqai, Juke e X-Trail, revela que:

• 28% dos compradores de novos automóveis dão prioridade à conectividade do automóvel em relação a outras características, tal como a eficiência no consumo de combustível;

• 13% não compraria um automóvel que não se possa ligar à internet;

• 20% mudaria para outra marca de automóveis com melhor conectividade…

• … e este número aumenta para 41% no caso de condutores que passam mais de 20 horas por semana no automóvel;

Os resultados desta pesquisa levaram a um investimento significativo por parte da Nissan para garantir que os telemóveis são perfeitamente integrados pelos sistemas de conexão da marca, fator que é vital dado que a solicitação de dados e de transferências aumenta. A liderar a equipa europeia está Patrick Keenan, conhecido dentro da Nissan como “o homem dos 40 telefones”.

Patrick explicou: “Os novos automóveis têm um ciclo de vida de cinco ou seis anos antes de ser lançada uma nova versão, mas um telemóvel apenas estará no mercado durante menos de dois anos antes de ser substituído. Manter os automóveis e os telefones em comunicação uns com os outros é o cerne do meu trabalho”.

A prioridade do Patrick é garantir que, no que toca a tecnologia para o consumidor, a Nissan está sempre um passo à frente. A sua equipa usa uma rede de contactos na indústria das comunicações de modo a prever futuras tendências, bem como a garantir que o mais recente hardware e software dos instrumentos eletrónicos da Nissan funciona com a esmagadora maioria dos equipamentos telefónicos, quer atuais quer mais antigos.

No Centro Técnico Europeu da Nissan, em Cranfield (RU), as gavetas da secretária de Patrick estão apinhadas com dúzias de telefones, que ele utiliza para desenvolver e aperfeiçoar a conectividade dos automóveis Nissan. Faz e recebe centenas de chamadas de teste por dia ao trabalhar nos futuros veículos da marca.

“O meu trabalho é garantir que qualquer pessoa que entre num concessionário Nissan em qualquer local na Europa não sai porta fora pelo facto de o automóvel que pretende comprar não emparelhar com o seu telemóvel”, declarou Patrick.

A Condução Autónoma faz já parte do futuro próximo do cenário automobilístico. E a Nissan está a estabelecer-se como líder global nesta tecnologia emergente, com a sua tecnologia “ProPilot 1.0” (condução autónoma em faixa única em autoestrada) a estrear-se na Europa, no Nissan Qashqai, já em 2017.

Uma conectividade sem mácula e a integração de dados são peças vitais do puzzle, e o Patrick faz parte de uma equipa global de engenheiros da Nissan que está a trabalhar no desenvolvimento de arquiteturas de ligação de veículos que têm a proteção e a segurança como prioridades máximas.

Nº de visitas: 80 ~ Visto Hoje: 1

Deixe uma resposta

Contactos

Miraflores Office Center - Rua Santa Teresa do Menino Jesus, nº 6, Escritório 7ºE. 1495 - 048 Miraflores

+351 21 806 89 49

geral@posvenda.pt

siga-nos

Calendário de eventos

Voltar para Topo