Ver todas

Back

“12 Causas Aser” com foco na suspensão e direção em março

23 Fevereiro, 2021
155 Visualizações

Durante o mês de março, “As 12 Causas ASER” incidem sobre dois sistemas de vital importância na segurança do veículo: a direção e a suspensão.

Segundo a Aser, “um metro de distância pode ser fundamental e fazer a diferença entre uma travagem segura e um acidente e, neste sentido, amortecedores em mau estado significam aumentar a distância de travagem em 35%, podendo também fazer a diferença entre uma travagem segura e uma acidente. Por sua vez, o estado de outros sistemas diretamente relacionados à segurança, como pneus, depende do estado do sistema de direção do veículo”.

Sistema de suspensão
Um amortecedor é um dispositivo que, junto com as molas e outros elementos do sistema de suspensão (como barras e ripas), ajuda os pneus a ficarem presos ao solo e evita que terrenos irregulares sejam transmitidos aos ocupantes do veículo. Assim, têm funções na segurança e no conforto do veículo. Enquanto as molas se encarregam de absorver os impactos do terreno, os amortecedores diminuem rapidamente o movimento das molas, evitando que continuem oscilar / quicar e garantindo o controlo sobre o veículo. As funções dos amortecedores são:
– Manter o controlo e a estabilidade dos veículos.
– Mantenha os pneus em contato com o pavimento.
– Absorvem irregularidades da estrada e oscilações do chassi.
– Ajudam os pneus a não sofrerem deterioração prematura ou desgaste irregular.
– Melhoram a estabilidade, especialmente nas curvas.
– Garantem uma distância de travagem ideal.

Os sistemas de segurança mais sofisticados (ABS, ESP, DSC …) com amortecedores de baixa qualidade são inúteis. Se você notar qualquer um desses sinais, vá a uma oficina de sua confiança para verificar a condição dos amortecedores:
– Desgaste irregular dos pneus
– Demora mais para parar o veículo
– Maior dificuldade em controlar o veículo em curvas e superfícies molhadas
– Vibrações ocorrem no volante
– Maior sensibilidade do veículo a ventos laterais
– Brilho para outros veículos durante a condução noturna
– O eixo traseiro cede ao acelerar
– Vazamento de fluido hidráulico

Quando o amortecedor é muito rígido / duro, mesmo que haja um aumento na estabilidade, o conforto é reduzido, enquanto se for muito macio podemos perder o controlo do veículo. É por isso que é tão importante manter os amortecedores em boas condições. Lembre-se de verificar os amortecedores a cada 20.000 km e trocá-los entre 65.000 e 90.000 km, sempre nos eixos.

Sistema de direção
O conjunto de mecanismos que compõe o sistema de direção tem a missão de orientar as rodas dianteiras para que o veículo siga o caminho desejado pelo motorista. O sistema de direção deve estar em perfeitas condições, uma vez que outros elementos dele dependem:
– O alinhamento das rodas dianteiras.
– Desgaste uniforme dos pneus.
– A estabilidade do veículo, tanto nas curvas como nas travagens.

Mas também existem outros elementos do veículo relacionados com a direção, como o sistema de suspensão e os pneus. Qualquer falha ou falta de manutenção em qualquer um desses sistemas pode afetar os demais.

Para que o motorista não tenha que exercer esforço na orientação dos volantes, o veículo possui mecanismo de caixa de câmbio em casos simples, principalmente carros antigos, ou servomecanismo de assistência. Este servo é substituído por sistemas eletrohidráulicos, elétricos ou eletrónicos nos veículos atuais.

– Sistemas de direção eletro-hidráulica e totalmente elétrica – São mais sofisticados, comandados por unidades eletrônicas e exigem conhecimentos e equipamentos adequados.
– Peças sobressalentes de fabricantes de equipamentos originais – São garantia de qualidade e bom funcionamento.
– Produtos remanufaturados – reduzem emissões de CO2 em comparação com novos produtos para fabricar. Mas devem ser submetidos a processos, padrões e controlos de qualidade, já que grande parte do processo é manual.
– Re-fabricação de barras de direção e bombas – Devem ser feitas por fábricas que atendam às normas originais, pois somente desta forma poderá ser garantido o melhor funcionamento possível.

E lembre-se, se você notar algum sinal de alerta, leve seu veículo para a oficina de sua confiança. Esses sinais podem ser:
– Ruído excessivo ao dirigir em uma área acidentada
– Condução irritante, instável e irregular
– Saltos excessivos
– Volante desviado
– Os pneus se desgastam de maneira desigual

PALAVRAS-CHAVE