Ver todas

Back

Citroën apresenta novo ë-Jumper

1 Fevereiro, 2021
315 Visualizações

A Citroën prossegue a sua ofensiva elétrica em 2021 com o novo ë-Jumper, veículo 100% elétrico, que estará disponível nos concessionários Citroën em Portugal no final do primeiro trimestre.

Este furgão compacto é o 3.º veículo comercial eletrificado, sendo o 5.º modelo elétrico a ser lançado pela marca, no período de cinco meses em Portugal, após o SUV C5 Aircross Hybrid, o novo ë-C4, o ë-Jumpy e o ë-SpaceTourer. Em 2021, a totalidade da gama de veículos comerciais ligeiros da Citroën já contará com uma oferta 100% eletrificada com o lançamento do ë-Berlingo Van, que se juntará ao ë-Jumpy e ao ë-Jumper já neste ano.

O ë-Jumper tem dois níveis de autonomia (até 340 km no ciclo de homologação WLTP), duas capacidades de baterias: 37 kWh e 70 kWh; quatro comprimentos e três níveis de altura; até 17 m3 de volume de carga; 4 PMA (Pesos Máximos Autorizados), permitindo transportar até 4 toneladas; até 9 tecnologias úteis para facilitar o dia a dia das empresas.

O ë-Jumper tem uma autonomia de até 340 km e à possibilidade de carregar 80% da bateria em apenas 45 minutos.

Soluções de carregamento
– Carregamento rápido privado ou público com um sistema de carregamento rápido Wallbox (de 3,7 a 22 kW), necessitando de um cabo do tipo 3 (fornecido com o veículo),
– Carregamento super-rápido num posto de carregamento público até 50 kW com um cabo do tipo 4 já integrado na ficha, permite carregar 80% das duas baterias em 1 hora.
O Citroën ë-Jumper é entregue com um cabo de bordo do tipo 3, com 8 m, capaz de suportar até 22 kW.

A caixa de velocidades do ë-Jumper conta com uma única relação variável, o que facilita a condução e otimiza a eficiência do motor elétrico, incrementando, assim, a autonomia.
Além disso, o ë-Jumper conta com um recuperador de energia que permite controlar o funcionamento dianteiro-traseiro e as funções de recuperação de potência de travagem regenerativa em determinadas fases. Assim, a recuperação de energia tem lugar a partir do momento em que o condutor liberta o pedal do acelerador e pressiona firmemente o pedal dos travões.

– Potência do motor de 96 kW (120 cv) / 260 N.m.
– Velocidade máxima de 110 km/h (para 3,5 toneladas de peso bruto) e 90 km/h regulamentares (para 4 toneladas de peso bruto),
– 3 posições de caixa de velocidade: D (Drive), N (Neutral) e R (Reverse).
– Liberdade de acesso às zonas regulamentadas com limites de emissões de CO2,
– Custos de utilização reduzidos.

Dimensões:
– 4 comprimentos: L1 (4,963 m – 37 kWh), L2 (5,413 m – 37 kWh),
L3 (5,998 m – 70 kWh) et L4 (6,363 m – 70 kWh),
– 1 largura útil Best In Class com, 1,42 m entre as cavas das rodas e 1,87 m entre as divisórias,
– 3 distâncias entre eixos: 3 m (L1), 3,450 m (L2) e 4,035 m (L3 e L4),
– 3 alturas: 2,254 m (H1), 2,524 (H2), 2,764 m (H3)

PALAVRAS-CHAVE