Revista Pós-Venda
NotíciasCorteco dá dicas sobre a falha da polia
corteco

Corteco dá dicas sobre a falha da polia

por

Se o componente que avariou e foi substituído não for a causa da falha, é muito provável que o veículo regresse à oficina várias vezes até que a causa da avaria seja encontrada. A Corteco dá dicas aos condutores sobre as causas de avarias e dicas sobre como evitar falhas prematuras dos componentes.

As vibrações normalmente surgem como resultado de componentes envelhecidos ou amortecedores de vibração de baixa qualidade. Essas vibrações não afetam apenas o conforto de direção. Vibrações indesejadas podem se espalhar pelo veículo e causar danos ao motor e a outros componentes, explica a Corteco.

Danos na instalação:

Uma das maiores causas de falhas ocorre durante a fase de ajuste. Abaixo são explicadas as causas dos danos na instalação.

Se a polia tiver sido ajustada com o aperto incorreto, poderão existir defeitos, tais como: descoloração ou queima da manga de montagem, abrasões de material na área de instalação, assim como deformação do furo. Todos os componentes vêm com um torque recomendado, que deve ser verificado antes das peças serem apertadas. Da mesma forma, se a tensão da correia for muito forte ou o equipamento auxiliar falhar, a polia também irá falhar.

Ao remover a polia de um veículo e verificar que o cubo está partido, isso provavelmente será causado pela utilização de uma ferramenta de montagem incorreta ou pelo suporte da câmara ter entrado em contato com a superfície do rolamento. É importante verificar todos os passos da instalação para garantir que o hub permaneça intacto e protegido.

Em alternativa, se o pino estiver desgastado, a falha irá resultar num movimento relativo entre o acoplamento e a polia, causando eflorescência. Isso também pode ser devido à falta de um disco diamantado ou à utilização de um disco errado.

Outra forma de uma polia falhar é se durante o processo de montagem houver uma interrupção com a prensa de montagem ou se o rolamento de fricção for pressionado de forma incorreta. Isto pode ocorrer durante a instalação da peça no veículo. Para garantir que a polia está de forma correta, é importante verificar visualmente todas as áreas antes de instalar.

Da mesma forma, para outros componentes, se a área estiver contaminada com óleo, a polia irá parar de funcionar corretamente, fazendo com que escorregue na correia e cause vibrações adicionais no motor e nos componentes adjacentes.

Como mencionado anteriormente, encontrar resíduos da correia nas nervuras da polia diminui a causa da falha na tensão excessiva da correia. Verificar isso antes do veículo ser liberado pode impedir que tenha de regressar à oficina para nova reparação.

Em relação às polias que são danificadas quando removidas de um veículo que foi reparado recentemente, é necessário garantir que se esteja a trabalhar com as ferramentas corretas e que todos os parafusos sejam substituídos ao mesmo tempo que a polia. Se a polia for removida e existirem danos, provavelmente estavam lá quando foi montada. É necessário manusear a polia com cuidado para evitar danos em todas as nervuras. É importante verificar isto antes da instalação.

A extensa experiência em fabrico de equipamento original do Grupo Freudenberg permite que a Corteco ofereça componentes de controlo de vibração e kits de reparo de qualidade OEM para mais de 27.500 tipos de veículos. Todos os produtos são projetados para atender aos mais altos padrões de qualidade e são fabricados com os mais recentes métodos de produção. A Corteco oferece garantia vitalícia para essas peças.

Para mais informações clique aqui, ou entre em contacto com service@corteco.co.uk

Nº de visitas: 20 ~ Visto Hoje: 1
Tags:

Deixe uma resposta

Contactos

Rua do Sol, 8-A, Vila Fria, 2740-166 Porto Salvo

+351 21 806 89 49

geral@posvenda.pt

siga-nos

Voltar para Topo
Shares
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com