Revista Pós-Venda
LubrificantesNotíciasGROWFLOWER-PACAR: Dedicação aos anticongelantes
Growflower

GROWFLOWER-PACAR: Dedicação aos anticongelantes

por

Sendo um dos maiores especialistas nacionais ao nível dos anticongelantes, a Growflower está a apostar também noutros negócios, como é o caso do AdBlue e dos lubrificantes.

TEXTO PAULO HOMEM

A marcar Pacar existe há 24 anos tendo passado por diversas fases ao longo deste período. Porém, a marca está de pedra e cal no setor do car care profissional, sendo ainda gerida por Sílvio Pacheco (profissional ligado à área dos produtos químicos há muitos anos), através da empresa Growflower, fundada em 2011.

Nem sempre foi assim, mas desde que fundou a Growflower que os produtos Pacar passaram a ser única e exclusivamente comercializados através do canal profissional, abdicando totalmente da presença em hipermercados, não só por questões comerciais, mas também porque a qualidade técnica dos produtos (de produção própria) assim o exigiam.

Ao longo dos anos, a empresa foi trabalhando com grandes grossistas de peças a nível nacional, tendo também um componente de exportação, na qual a empresa tem vindo a investir. “O mercado dos anticongelantes evoluiu muito na última década, com especificações mais avançadas dos motores dos automóveis, que são construídos com novos materiais, o que exigiram um up-grade muito grande na forma de conceber e de fabricar esses produtos, o que obrigou à procura também de novos parceiros técnicos ao nível da matéria-prima”, diz Sílvio Pacheco, sócio-gerente da Growflower. “Sempre tivemos bons parceiros que nos ajudam nas formulações e que nos dão o know-how para os produtos mais técnicos e mais específicos, o que é muito importante para quem quer estar no mercado pela qualidade dos seus produtos”.

Superados os desafios técnicos ao longo dos anos, a verdade é que o responsável desta empresa garante que a empresa consegue dar uma resposta a “98% das necessidades do setor automóvel em termos de anticongelantes, seja para veículos ligeiros, comerciais, pesados, maquinaria agrícola e pesada, motores estacionários e tudo aquilo que necessite de proteção aos metais por via do anticongelante”.

Distribuição

Os produtos produzidos pela Growflower, seja com a marca Pacar ou com outras, são comercializadas única e exclusivamente através do canal grossista. “Respeitamos totalmente a distribuição e protegemos os nossos clientes, pois não fazia sentido fazer vendas residuais aos retalhistas ou a pequenos operadores que iriam concorrer com os grossistas e fazer concorrência a nós mesmos”, refere Sílvio Pacheco, dizendo que “esta será a única forma de estar no mercado, e conseguir combater a aguerrida e numerosa concorrência, muita dela com produtos de pouca qualidade”.

Com o foco nos custos de produção e nos transportes do produto anticongelante (que representa 80% das vendas da empresa), a Growflower tem vindo a concentrar a sua atividade em clientes estratégicos, aos quais passaram também a ser fornecidas outras ferramentas, como é o caso da formação técnica.

“Os anticongelantes de má qualidade estão no mercado e têm trazido muitos problemas técnicos nos veículos, sendo por isso cada vez mais necessário a formação para informar os retalhistas e os mecânicos de necessidade de utilizarem um produto que tenha as necessárias especificações técnicas”, refere Sílvio Pacheco, argumentando que “existe muita falta de informação, embora já exista muito profissional alertado para a necessidade de usar anticongelantes que cumpram as especificações técnicas e que procuram qualidade, mesmo que os retalhistas depois queiram preço”.

A Growflower disponibiliza para o mercado oito referências de anticongelante que cobrem praticamente todas as necessidades do mercado. “Temos o conhecimento profundo de todas as especificações técnicas dos fabricantes de veículos ao nível dos anticongelantes. São muitos anos de formação com as melhores empresas a nível mundial, mas temos o nosso própria Know-how para produzir anticongelantes”, refere Sílvio Pacheco, explicando que a adquire as matérias-primas um pouco por todo o mundo (exceto mercado asiático) e as cargas de aditivos aos líderes mundiais neste setor.

Toda a produção é acompanhada por ANTICONGELANTEprofissionais com experiência no setor químico e os produtos são rastreados e testados em todas as fases de produção antes de chegarem ao mercado. Em fase final de aprovação, as unidades de produção da Growflower contarão em breve com as normas ISO 9001 (gestão) e ISO 14001 (ambiental).

Para além da marca própria Pacar, a Growflower faz o blending para outras empresas, que recorrem às suas marcas próprias para comercializar o produto no mercado.

“As marcas próprias têm um peso muito grande na nossa atividade, pois representam mais de 60% nas nossas vendas”, refere o sócio-gerente da Growflower. A empresa está a apostar também no AdBlube, um produto que tem vindo a crescer dentro da Growflower, nomeadamente nas embalagens até 200 litros. Com a marca Pacar e outras marcas próprias, a Growflower está também presente no mercado com linhas de produto de Car Care. A Growflower desenvolve ainda produtos muitos específicos para o setor industrial.

Avançando que nesta altura a Growflower tem o seu leque de clientes praticamente fechado em Portugal, a empresa está a apostar cada vez mais na exportação, negócio externo que de ano para ano é cada vez mais representativo, o que justifia a presença no salão do Dubai de 2018. Refira-se ainda que empresa encontra-se numa fase de investimento ao nível da produção, reforçando a mesma com mais duas novas linhas de enchimento.

Também os lubrificantes

Um dos projetos da Growflower passa também pela comercialização de lubrificantes Ingralub, que são produzidos em Portugal. Trata-se de um projeto ainda recente, considerando Sílvio Pacheco que “se trata de um produto Premium, de muita qualidade, que não nos permite, nem nós queríamos estar, que é na guerra de preço”. O projeto está em desenvolvimento e é até relativamente ambicioso (atingir 5% de quota de mercado), estando a empresa a trabalhar já com três distribuidores, estando previstos uma série de investimentos que permitiram potenciar o negócio (armazém, stock, linhas de enchimento, etc). “Queremos aposta na diferenciação da marca Ingralub, com um posicionamento de qualidade e preço muito favorável face à guerra que existe no mercado”, refere o mesmo responsável.

A importância da formação em anticongelantes

Com a chegada ao mercado de anticongelantes muito baratos e com pouca qualidade, e com as crescentes exigências dos modernos motores dos automóveis (construídos com novas ligas metálicas), Silvio Pacheco diz que é fundamental apostar cada vez mais na formação sobre anticongelantes, até para acabar com alguns mitos.

“É preciso explicar aos profissionais do setor os diferentes tipos de lubrificantes que existem, em que circunstância se devem aplicar e quais os problemas e suas consequências de utilizar um anticongelante de má qualidade”, refere Sílvio Pacheco, dizendo ainda que “é também necessário acabar com o mito das cores nos anticongelantes. Temos que motivar os profissionais a saber o que é qualidade a pagar o respetivo preço por essa qualidade”. Refira-se que a empresa tem vindo a dinamizar uma série de formações junto dos seus clientes, numa aposta que irá ter continuidade.

Growflower
Baguim do Monte
Silvio Pacheco
224 884 214
geral@pacar.pt
www.pacar.pt

Nº de visitas: 45 ~ Visto Hoje: 1

Deixe uma resposta

Contactos

Rua do Sol, 8-A, Vila Fria, 2740-166 Porto Salvo

+351 21 806 89 49

geral@posvenda.pt

siga-nos

Voltar para Topo
Shares
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com