Ver todas

Back

Grupo Schaeffler com queda de 10,4% do volume de negócios

11 Março, 2021
629 Visualizações

O volume de negócios do Grupo Schaeffler ascendeu a aproximadamente 12.600 milhões de euros em 2020, o que representa uma descida de 10,4%, tendo a divisão de aftermarket sido afetada também.

A Divisão Automotive Aftermarket do Grupo Schaeffler teve uma diminuição do volume de negócios em 2020. O volume de negócios diminuiu para 1.641 milhões de euros (exercício anterior: 1.848 milhões de euros). Isto representa uma diminuição de 7,0% a uma taxa de câmbio constante. O volume de negócios registou uma descida em todas as regiões onde a empresa opra, embora durante o segundo semestre do exercício as tendências tenham melhorado em todo o lado.

Na região da Europa, o volume de negócios diminuiu 7,8% a uma taxa de câmbio constante. A região das Américas registou uma diminuição do volume de negócios de 4,3% a uma taxa de câmbio constante. A descida de 1,9% do volume de negócios a uma taxa de câmbio constante foi mais moderada na região da Grande China. O volume de negócios registado na região Ásia/Pacífico diminuiu 12,3% a uma taxa de câmbio constante.

O EBIT antes de rúbricas extraordinárias ascendeu a 259 milhões de euros (exercício anterior: 305 milhões de euros), uma redução de 15,1%. Apesar da diminuição considerável no volume de negócios, os ajustes de custos melhoraram a margem EBIT da divisão antes das rúbricas extraordinárias para o segundo semestre do exercício em comparação com os seis primeiros meses, trazendo-a de volta ao nível do mesmo período do exercício anterior de 17,4%. A margem EBIT antes de rúbricas extraordinárias correspondente a 2020 situa-se em 15,8% (exercício anterior: 16,5%).

Previsões para 2021 com base numa avaliação prudente do mercado

O Grupo Schaeffler espera que o seu volume de negócios aumente consideravelmente em 2021, com um crescimento superior a 7% a uma taxa de câmbio constante. O limite inferior é baseado numa avaliação conservadora do mercado em termos de crescimento mundial da produção de automóveis de passageiros e de veículos comerciais ligeiros.

Para a Divisão Automotive Aftermarket, o Grupo prevê um crescimento do volume de negócios a uma taxa de câmbio constante de 5 a 7%, e uma margem EBIT antes de rúbricas extraordinárias ligeiramente inferior ao exercício anterior, acima de 11,5% em 2021. Essas previsões refletem um aumento dos custos de produtos, um aumento temporário dos gastos logísticos relacionados com a colocação em serviço do centro de montagem e embalagem em Halle (Saale, Alemanha), os gastos relacionadas com a digitalização e um impacto negativo das conversões de divisas.

Colocação em marcha e início da execução do Roadmap 2025

Em 18 de Novembro de 2020, o Grupo Schaeffler apresentou o seu Roadmap 2025 nas suas Jornadas sobre o mercado de capitais (Capital Market Day). O Roadmap 2025 atualiza a estratégia corporativa da Schaeffler até 2025, estabelece um programa para a sua execução e inclui um conjunto de objetivos a médio prazo. O Roadmap 2025 apresenta o caminho a seguir. Representa a continuidade e ampliação dos pontos fortes da empresa, mas também a melhoria e o progresso relativamente às novas tecnologias e aos modelos de negócio, assim como dos custos e eficiência. Ao mesmo tempo, o novo lema corporativo, “We pioneer motion”, expressa o compromisso da Schaeffler de continuar a dar forma ao movimento e ao progresso como fornecedor dos setores automotivo e industrial diversificado com alcance global. Isto irá requerer uma utilização ainda mais efetiva das sinergias disponíveis dentro do Grupo Schaeffler. O sucesso da empresa continuará a basear-se nos seus quatro diferenciadores chave comprovados: a inovação, a qualidade superior, a compreensão do sistema e a excelência no fabrico.

“O exercício 2020 caracterizou-se por grandes incertezas que atualmente ainda persistem. Mais uma vez, o nosso posicionamento como fornecedor dos setores automotivo e industrial que opera a nível mundial demonstrou ser útil em tempos difíceis e ajudou-nos a enfrentar a crise bastante bem “, afirmou Klaus Rosenfeld, CEO da Schaeffler AG. “Aproveitamos este ano de crise para refinar a nossa estratégia e orientá-la para os desafios e oportunidades atuais com parte do Roadmap 2025. Agora, o nosso principal objetivo é executar com coerência o Roadmap 2025.”

PALAVRAS-CHAVE