Ver todas

Back

Impoeste: Fidelizar é a palavra de ordem

23 Janeiro, 2017
495 Visualizações

A Impoeste já está na região da Madeira há alguns anos com uma estrutura própria, sendo um negócio operado por profissionais locais e com conhecimento do setor.

Para além da operação que tem no Continente, sendo atualmente representante da Nexa Autocolor e da MaxMeyer (em regime de não exclusividade), a Impoeste possui uma loja na Madeira que trabalha sobretudo o negócio automóvel.

O clima madeirense, com níveis de humidade mais elevados, temperaturas médias mais altas e a proximidade do mar, leva este operador a ter cuidados redobrados na preparação das tintas. “Temos um cuidado especial com a preparação na área da repintura, isto é, temos investido em todo o processo pré-pintura para que o resultado final seja o desejado”, refere Roberto Batista, Chefe de Vendas da Impoeste na Madeira.

 

 

Não sendo um mercado caraterizado por grandes oficinas, o responsável da Impoeste diz que “felizmente tem-se vindo a evoluir no sentido da qualidade, também por via da qualidade dos produtos que obriga as oficinas a estarem mais atentas. O número de estufas na região tem vindo a crescer, o que também se reflete na qualidade final da pintura”.

Para além das tintas e de todos os consumíveis que uma oficina de repintura necessita para a sua atividade, a Impoeste tem investido muito na formação e informação técnica. “Diariamente damos todo o tipo de apoio técnico aos nossos clientes face aos problemas que vão surgindo. Temos a consciência que o serviço pós-venda tem um papel essencial na relação que queremos manter, e fortalecer, com os nossos clientes”, refere Roberto Batista, acrescentando que “em termos de produto, apostamos em ter todo o tipo de consumíveis que uma oficina de pintura necessita, de modo a que o nosso cliente se sinta confortável connosco”.

Num mercado onde têm entrado cada vez mais operadores a vender tintas, Roberto Batista diz que se está muito acima do ideal e isso reflete-se numa grande pressão no preço em detrimento da qualidade. Por isso, diz este responsável, “temos apostado muito na fidelização dos clientes, pois é um mercado pequeno no qual não aparecem novas oficinas com frequência. Os clientes fidelizados sabem que o fator serviço é muito importante e é nesses que queremos continuar a apostar”.

Para além das vendas em balcão, onde possui máquina de mistura, a Impoeste tem um modelo de distribuição direta às oficinas, dispondo de um comercial no terreno que visita regularmente os clientes.

A aposta na fidelização permite à empresa ter uma atividade muito regular e muito estável ao longo do ano, que pontualmente é alterada pela menor atividade das frotas de rent-a-car que leva, nesse período, mais carros às oficinas. A melhoria da rede viária diminuiu o risco de acidentes, o que também teve reflexos na atividade.

Mais complicada é a gestão de stocks, por via da insularidade, mas a aposta tem sido num stock muito rotativo e na disponibilidade dentro do que é consumido diariamente. “Normalmente um produto que não tenhamos em stock, pode demorar cerca de duas semanas a entregar ao cliente. Porém, todos temos que viver com isso neste mercado”, refere Roberto Batista.

Refira-se que a Impoeste trabalha também para outros setores (construção civil, por exemplo), mas o setor automóvel representa mais de 90% da atividade da empresa.

 

CONTACTOS

IMPOESTE
Roberto Batista
291 752 500
madeira@impoeste.com
www.impoeste.com

 

:: LEIA AQUI MAIS ARTIGOS SOBRE AS EMPRESAS NA MADEIRA ::

 

  • Descarregue o PDF completo do artigo –> [download id=”12858″ template=”Impoeste Madeira”]

 

 

 

 

 

PALAVRAS-CHAVE