Ver todas

Back

MANN+HUMMEL focada na qualidade do ar no habitáculo

20 Abril, 2022
348 Visualizações

Como sempre acontece nos salões internacionais a MANN+HUMMEL dinamizou uma conferência de imprensa, num stand onde mostrava as suas três marcas (Mann Filter, Wix e Filtron), onde foi dito que a Pandemia trouxe ainda mais importância ao cuidado que devemos ter na limpeza do ar… dentro do automóvel.

Ricardo Peris, diretor comercial da MANN+HUMMEL Ibérica, destacou ao dar as boas-vindas aos participantes, “que a sociedade está cada vez mais consciente da importância do propósito de MANN+HUMMEL, para cuidar da limpeza do ar que respiramos”.

Após estas palavras, Peris passou a fazer um balanço da evolução da empresa a nível comercial nos últimos anos, destacando que “no último ano a venda de filtros comportou-se satisfatoriamente, mas não podemos ignorar duas ‘bolhas’ que se criaram ao longo o período. A primeira, causada pelos problemas de abastecimento dos fabricantes, que tem gerado um aumento nos níveis de stock das distribuidores. Como efeito colateral positivo, isso também levou a um aumento geral da participação de mercado desses distribuidores. O segundo foi causado por aumentos nos preços dos produtos, que também aumentam os níveis de compra e não respondem no curto prazo ao aumento da procura por oficinas e frotas”.

Por fim, ao enfrentar os desafios do futuro, que para Peris se caracterizarão por uma situação de incerteza dada a falta de oferta, a inflação e o aumento do preço das matérias-primas, a chave será a capacidade de adaptação, “algo que durante a emergência sanitária temos reforçado”.

Por seu lado, Antonio Martínez, responsável técnico da MANN+HUMMEL Ibérica, mostrou alguns dos mais recentes desenvolvimentos no campo da filtração voltados para a limpeza do ar, como o Smart Cabin Air System, conhecido até recentemente como FreciousSmart. “Este sistema garante continuamente que o ar no interior do veículo está sempre limpo”, explicou o mesmo responsável.

O uso de inteligência artificial permite monitorizar continuamente a qualidade do ar externo e interno do veículo, medindo a concentração de CO2, a humidade relativa e a concentração de partículas no interior do veículo. Desta forma, se, por exemplo, o CO2 ultrapassar um nível crítico acima de 0,1% do volume, a entrada de ar aumentará. O sensor de ar externo medirá seu grau de contaminação, decidindo qual a qualidade de filtragem necessária e determinando a quantidade de ar fresco que deve entrar no interior do veículo.

PALAVRAS-CHAVE