Ver todas

Back

Mercado automóvel caiu 33,9% em 2020

4 Janeiro, 2021
751 Visualizações

Em 2020, face ao ano de 2019, o mercado automóvel registou uma quebra de 33,9%, o que quer dizer que foram matriculados em Portugal 176.992 veículos novos, de acordo com os dados da ACAP. Nos veículos pesados (camiões e autocarros) a quebra foi de 28,3%.

Refira-se que em dezembro de 2020 foram matriculados, pelos representantes legais de marca a operar em Portugal, 18.290 veículos automóveis, ou seja, menos 19,4% do que em igual mês do ano anterior.

Por categorias e tipos de veículos observou-se a seguinte evolução do número de unidades matriculadas no nosso país:

1. Automóveis Ligeiros de Passageiros
Em Dezembro de 2020 foram matriculados em Portugal 14.252 automóveis ligeiros de passageiros novos, ou seja, menos 19,6 por cento do que no mês homólogo do ano anterior. De Janeiro a Dezembro, as matrículas de veículos ligeiros de passageiros totalizaram 145.417 unidades, o que se traduziu numa variação negativa de 35,0 por cento relativamente a período homólogo de 2019.

2. Veículos Ligeiros de Mercadorias
O mercado de ligeiros de mercadorias registou, em Dezembro de 2020, uma evolução desfavorável, tendo decrescido 19,1 por cento face ao mês homólogo do ano anterior, situando-se em 3.673 unidades matriculadas. Em termos acumulados, nos doze meses de 2020, o mercado atingiu 27.578 unidades, o que representou uma queda de 28,3 por cento face ao período homólogo do ano anterior.

3. Veículos Pesados
Quanto ao mercado de veículos pesados, o qual engloba os tipos de passageiros e de mercadorias, no último mês de 2020 verificou-se uma queda de 15,7 por cento em relação ao mês homólogo do ano anterior, tendo sido comercializados 365 veículos desta categoria. No ano de 2020 as matrículas totalizaram 3.997 unidades, o que representou uma queda do mercado de 28,3 por cento relativamente ao período homólogo de 2019.

 

PALAVRAS-CHAVE