Revista Pós-Venda
NotíciasPeças“É notória a substituição de peças novas por peças reconstruídas”, Manuel Vicente, Rodapeças (Pador)

“É notória a substituição de peças novas por peças reconstruídas”, Manuel Vicente, Rodapeças (Pador)

por

A Rodapeças está a comercializar componentes reconstruídos através da sua marca PADOR. Manuel Vicente, da Rodapeças fala desta oferta e do mercado de produtos reconstruídos.

Quais os produtos e marcas de peças e componentes reconstruídos / recondicionados que comercializam?
Comercializamos alguns produtos reconstruídos, mas gostaríamos de sublinhar o mais recente lançamento da marca PADOR neste tipo de produtos. A escolha recaiu nas Caixas de Direção.

Quais as principais carcaterísticas de peças e componentes reconstruídos / recondicionados que comercializam (qualidade, extensão da gama, técnica, etc)?
As caixas de direção PADOR, cumprem os mais elevados standards de qualidade. Possuímos uma gama muito completa, que vai ao encontro das necessidades dos nossos clientes.

Está previsto o lançamento de alguma novidade para breve em termos de peças e peças e componentes reconstruídos / recondicionados que comercializa. Se sim, qual?
As caixas de direção são um lançamento muito recente da marca PADOR. Poderemos vir a alargar a nossa gama, se assim o mercado solicitar. Não está no nosso horizonte a curto prazo, lançar mais um produto reconstruído.

Quais os principais aspetos que uma oficina deve ter em atenção quando adquire peças e componentes reconstruídos / reconcidiconados?
Associar o produto a uma marca de qualidade e à garantia de pós-venda profissional.

Como caracteriza atualmente o mercado das peças e componentes reconstruídos / reconcidiconados?
Um mercado muito dinâmico e em crescimento. É notória a substituição de peças novas por peças reconstruídas, mesmo pelos fabricantes de peças e componentes que o fazem para o 1º equipamento.

Qual a razão de existir cada vez mais oferta de peças e componentes reconstruídos / reconcidiconados?
A reconstrução de peças e componentes, tem benefícios económicos e ambientais. Existe mesmo um incentivo europeu ( por parte da Comissão Europeia ), em que pequenas empresas reconstrutoras se instalem nas suas regiões, afim da logística ser mais contida e, a pegada ambiental ser menor.

Podem as peças e componentes reconstruídos / reconcidiconados garantir a mesma performance de peças e componentes novos?
Quando os reconstruídos são produzidos com todos os requisitos necessários, e, existe um processo de controlo de qualidade rigoroso, não temos dúvidas que as peças e componentes em causa, podem desempenhar a mesma performance do novo equivalente.

Como se pode comprovar a qualidade das peças e componentes reconstruídos / reconcidiconados?
A forma mais cientifica, será através de equipamentos de teste e controlo de qualidade. A forma mais empírica, será através do volume de garantias e, feedback do mercado.

Nº de visitas: 66 ~ Visto Hoje: 1

Deixe uma resposta

Contactos

Rua do Sol, 8-A, Vila Fria, 2740-166 Porto Salvo

+351 21 806 89 49

geral@posvenda.pt

siga-nos

Voltar para Topo
Shares