Ver todas

Back

Opinião: “Quando um vírus vira o mundo ao contrário!”, Pedro Pessoa, Diretor Comercial da LeasePlan

26 Maio, 2020
2042 Visualizações

O atual momento de pandemia do coronavírus que vivemos, tem sido um período muito desafiante para todos. A rápida propagação do COVID-19 está a ter um impacto profundo em todo o mundo e, por isso, Governos, cidadãos e empresas estão a fazer a sua parte para reduzir os riscos de saúde, sociais e económicos. O setor das gestoras de frotas não é exceção. Com o mundo virado ao contrário, a LeasePlan encontrou novas estratégias para manter o foco no serviço ao cliente.

A LeasePlan Portugal tomou as medidas preventivas recomendadas pela DGS e implementou o seu Plano de Continuidade de Negócio. Embora estejamos a trabalhar remotamente, estamos em pleno funcionamento procurando garantir a segurança de colaboradores, clientes, condutores e parceiros. Paralelamente, estamos a trabalhar com os nossos fornecedores, a monitorizar regularmente a situação do surto de COVID-19 para garantir um serviço contínuo e a encontrar alternativas sempre que for necessário e se justifique. Até porque a vida tem de continuar e garantir a sustentabilidade dos negócios é premente, não apenas para garantir os postos de trabalho, mas também para apoiar a economia.

Com o cenário de redução dos serviços da rede de concessionários e o fecho temporário de muitas fábricas na Europa e no resto do mundo, há mais dificuldade em disponibilizar prazos de entrega precisos aos nossos clientes. Para além disso, dado o atual contexto nacional de Estado de Emergência, perspetivamos algumas dificuldades em conseguir assegurar, convenientemente, os meios logísticos para a receção dos veículos em final de contrato, por isso a solução encontrada pela LeasePlan para continuar a garantir a mobilidade dos seus clientes, tem sido proceder à extensão dos contratos. À luz da incerteza atual, fará mais sentido, na nossa prespectiva, estender os contratos por 12 meses, tendo assim espaço para reavaliação de decisões no futuro próximo.

Por outro lado, embora conscientes que se devem evitar as viagens não essenciais, mesmo que o cliente tenha de viajar durante estas medidas excecionais, a nossa assistência em viagem continua em funcionamento.

Na manutenção estamos a privilegiar a mobilidade da frota, dando prioridade às intervenções que imobilizem os veículos por motivo de sinistro ou de avaria, em detrimento da reparação de danos estéticos e intervenções de pneus (que pedimos que a troca seja solicitada apenas por questões de segurança e se os pneus apresentarem desgaste até um nível que, legalmente, não é permitido) e manutenção não urgentes. A segurança é sempre a principal prioridade.

O superior interesse de clientes, parceiros e colaboradores será sempre a principal preocupação da LeasePlan e acreditamos que desta forma conseguiremos minimizar os impactos decorrentes da atual situação. Acreditamos que, juntos, conseguiremos ultrapassar o período de incerteza que estamos a viver.

Artigo publicado na ediçoa nº56 da revista Pós-Venda

PALAVRAS-CHAVE