Ver todas

Back

Sofrem mais as baterias de automóveis durante o tempo quente?

13 Junho, 2023
1134 Visualizações

Estarão as baterias dos automóveis preparadas para um Verão extremamente quente? Esta é a pergunta que a Varta, reconhecida marca de baterias de automóveis, vai responder, bem como deixar algumas sugestões para que informe os seus clientes oficinais  sobre eventuais problemas.

Os relatórios publicados pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) revelam uma tendência alarmante: os verões tornaram-se consideravelmente mais quentes nas últimas décadas em Portugal. A duração da estação estival aumentou várias semanas desde os anos 80, registando um aumento médio de nove dias por década.

À medida que nos aproximamos do verão de 2023, os especialistas do IPMA alertam para a previsão de um tempo abrasador nos próximos meses em Portugal, com a possibilidade de bater recordes de temperatura.

Embora muitos de nós estejam ansiosos pela chegada do Verão, é importante estar ciente do impacto do calor extremo nas baterias e da importância da manutenção preventiva para garantir que todos possamos viajar em segurança e sem preocupações. Por isso, os especialistas da VARTA descrevem abaixo como pode transmitir esta informação relevante aos seus clientes.

Que efeitos provoca o calor nas baterias?

Embora os condutores pensem que é o tempo frio que estraga a bateria, na realidade é o calor que contribui para a sua avaria. Em primeiro lugar, as temperaturas elevadas aceleram as reações químicas no interior da bateria, o que aumenta a taxa de auto-descarga. Isto significa que a bateria se descarrega mais rapidamente quando não está a ser utilizada. Além disso, o calor pode acelerar a corrosão dos componentes internos da bateria, o que reduz o seu tempo de vida útil.

Outro problema relacionado com o calor é que este pode afetar a capacidade da bateria para aceitar uma carga completa. As temperaturas elevadas podem provocar a perda de eletrólito e a deterioração das placas internas, resultando numa diminuição da capacidade da bateria para reter e armazenar energia.

O que é que os condutores podem fazer?

Para que as viagens de verão decorram sem problemas, é fundamental que os condutores tomem precauções durante os períodos de calor intenso, adotando medidas como:

  • Sempre que possível, estacionar o veículo em áreas com sombra para evitar a exposição direta ao sol.
  • Utilizar pára-sóis para proteger o interior do veículo do calor excessivo.
  • Conduzir de forma progressiva e eficaz, evitando acelerações e travagens bruscas e tirando partido do efeito de inércia.
  • Verificar periodicamente a carga da bateria. Se o automóvel tiver dificuldade em arrancar, é provável que a bateria precise de ser recarregada, especialmente se o veículo tiver estado parado durante algum tempo.
  • Realizar uma manutenção regular da bateria antes e depois do verão para garantir que está em boas condições de funcionamento.
  • No caso dos veículos elétricos, tentar carregar as baterias nas horas mais frescas e utilizar estações de carregamento protegidas do sol, na medida do possível.
  • Por fim, se houver qualquer suspeita de problemas com a bateria, como uma queda significativa no desempenho, é aconselhável procurar aconselhamento profissional para manutenção ou substituição antes de qualquer viagem.

Em suma, as verificações regulares do veículo, incluindo da bateria, são cruciais para identificar possíveis falhas prematuras. Considerando que a maioria das avarias na estrada estão relacionadas com a bateria, é ainda mais importante submetê-la a uma revisão numa oficina de confiança antes de partir de férias. Desta forma, evitam-se custos adicionais e avarias inesperadas, garantindo uma viagem tranquila.

Consulte o Programa de Teste de Baterias da VARTA para ajudar os seus clientes a verificarem as suas baterias antes da chegada do Verão.

PALAVRAS-CHAVE