Ver todas

Back

Veneporte prevê crescer 15% em Portugal em 2016

5 Dezembro, 2016
365 Visualizações

A Veneporte, empresa de sistemas de escape e controlo de emissões, anunciou que prevê encerrar 2016 com um crescimento superior a 15% no diz respeito às vendas para o mercado nacional.

Este crescimento, continuado e sustentado, é interpretado pela empresa como resultado natural das estratégias que têm vindo a ser implementadas, por uma preocupação contínua na aproximação aos seus clientes e pelo incontornável reconhecimento da qualidade dos seus produtos.

“O foco do nosso negócio é cada vez mais ter um impacto positivo no próprio negócio dos nossos clientes, indo de encontro às expectativas dos mesmos”, afirma José Gameiro, Marketing Manager da Veneporte. Esse foco está patente não só no desenvolvimento de novas linhas de produtos e referências que correspondem às necessidades do mercado, mas também na “disponibilização de ferramentas que facilitam o dia a dia dos nossos clientes, proporcionando acesso à informação e agilizando processos, como foi o caso da plataforma para clientes B2B recentemente criada e do lançamento do novo catálogo geral de produtos.”

Tendo atualmente uma relação de parceria solidificada com os maiores e principais distribuidores nacionais, o ano de 2016 foi marcado pelo início da comercialização da nova gama de filtros de partículas, cuja excelente recetividade do mercado contribuiu também para o crescimento previsto. Essa performance positiva é igualmente explicada pelo aumento das vendas dos catalisadores, dados que no seu conjunto confirmam o posicionamento da empresa na “parte quente do sistema” e como “Global Range Supplier” – fornecedor de todos as componentes do sistema de escape e controlo de emissões. “A exigência presente em todas as fases de desenvolvimento e produção, associada ao facto de os produtos serem 100% homologados, faz com que o mercado olhe para os produtos da Veneporte como um produto de alta qualidade”, acrescentou José Gameiro.

Para 2017 a Veneporte antecipa a continuação da mesma dinâmica positiva, traduzida na manutenção da tendência de crescimento no mercado português.

PALAVRAS-CHAVE