Ver todas

Back

ARP realizou em “Alta Performance” a sua 14ª Convenção (com fotos)

8 Fevereiro, 2020
1134 Visualizações

Realizou-se hoje em Peniche a 14ª edição da Convenção da ARP (Associação Rodoviária de Transportes Pesados de Passageiros), com o tema base a ser a “Alta Performance” nos transportes.

No momento de abertura o Presidente da Direção da ARP, José Luís Carreira disse que, apesar de já faltarem temas para abordar depois de 14 convenções, no setor ainda existe por fazer e que todos neste setor terão que ser “auto avaliadores daquilo que cada um está a fazer”. Por isso, o mesmo responsável da ARP focou que não basta aos associados “terem bons autocarros, é preciso também terem bons profissionais, com boas condições e bons recursos de trabalho, para se poder prestar um serviço de excelência”.

Uma das primeiras intervenções foi efetuada por Maria Pereira, Inspetora do Trabalho da ACT, que se congratulou por as empresas estarem unidas no âmbito da ARP o que “mostra que estas empresas querem fazer crescer o setor e que estando reunidas são uma alavanca para o desenvolvimento do mesmo”.

A Inspetora do Trabalho da ACT, incentivou os presentes a promover a melhoria das condições de trabalho dos motoristas, dizendo que “não vejam a legislação do trabalho como entrave ao crescimento, mas como uma plataforma para o crescimento das vossas empresas”.

Um dos temas abordados por Maria Pereira que mais interesse suscitou neste evento, e que serviu como chamada de atenção foi o tema dos “falsos” recebidos verdes dos trabalhadores que trabalham para empresas de transporte de passageiros. “Em muitos casos os motoristas que passam recibos verdes na verdade acabam por estar a trabalhar para uma entidade segundo as regras dessas empresas e por isso configuram uma situação de falsos recibos verdes”.

Para este tipo de situações, referiu Maria Pereira, a lei tem o contrato de trabalho de muita curta duração, “que é a resposta para estas situações dos trabalhadores independentes”.

Da parte do IMT foi abordado o novo regime jurídico do serviço de transporte de passageiros expresso, nomeadamente o Decreto-Lei nº140/2019 de 18 de setembro, que introduz algumas alterações na atividade.

No decorrer desta convenção houve ainda uma série de apresentações comerciais, de muitos dos parceiros da ARP para este evento, nomeadamente, a Atlas, Sunsundegui, Grupos Sentidos Dinâmicos, Beulas, Irizar, Irmãos Mota (Atomic), MDynamic, Cepsa, entre outros.

Algumas destas empresas estavam também presentes como expositores, juntamente com outras, como a Auto Sueco, MAN, Mercedes, Luso Iva, Bluechem e IBK.

 

 

 

PALAVRAS-CHAVE