Ver todas

Back

Bravapeças: Serviço global

por Redação
18 Janeiro, 2017

A Bravapeças, localizada na Ribeira Brava, no Sudoeste da Madeira, é apenas um dos negócios de um grupo de empresas que está ligado ao ramo oficinal. É uma das referências nas peças e no setor automóvel da região.

Tudo começou com a Auto Crescente, um stand de automóveis, que depois deu origem a uma oficina de automóveis com o mesmo nome, na Ribeira Brava, com serviços de mecânica e chapa / pintura. Seguiu-se uma segunda oficina, no Funchal. “Como comprava muitas peças na Bravapeças, acabei por adquirir esta empresa há 10 anos”, começa por referir Duarte Reis, gerente da empresa, garantindo que “como o negócio está a correr bem, vamos abrir uma filial no Funchal, como forma de satisfazer a procura que existe nessa zona da Madeira, mas também para abastecer a nossa atividade oficinal”.

Diga-se que do negócio faz também parte uma rent-a-car, que também ela consome peças, embora “o objetivo é vender peças ao consumidor final e profissional”, refere o mesmo responsável. A Bravapeças dispõe de três carrinhas para entregar peças na Madeira, apesar de 40% do negócio ser feito com vendas diretas ao balcão. “Nota-se que, com a crise, o cliente final vem cada vez mais comprar peças ao balcão”, ex- plica Duarte Reis.

Mas os negócios na área auto não ficam por aqui, a empresa tem dois postos de abastecimento de combustível da Repsol e uma unidade “renting” que é a Centrolíder. “Como não existe associativismo na Madeira, acabamos por integrar mais áreas de negócio dentro da empresa, de modo a abarcar o máximo de serviços possíveis”, refere o mesmo responsável, explicando que “é um mal necessário, mas agora compete-nos a nós fazer um bom serviço”.

 

 

Apostando em marcas de relevo na área das peças, Duarte Reis diz que não é muito por aí que se faz a diferenciação no mercado nem propriamente pelo preço, mas sim “no serviço e no relacionamento comercial que temos com o cliente, sem esquecer a aposta no volume de stock. Sempre que é preciso, na chapa e no material elétrico, compramos aos nossos concorrentes, já que o nosso forte é o material de mecânica”.

Afirmando que existe falta de formação técnica na Madeira, a Bravapeças tenta, sempre que possível, incentivar a isso para os seus clientes oficinais, através dos seus parceiros e também do CEPRA, mas “não é fácil encontrar mecânicos que queiram ter formação e que se incentivem para vir às formações”, diz o responsável da Bravapeças, explicando que está a ser feito um protocolo com a ARAN para dinamizar diversos cursos de formações.

Outro investimento vai ser feito na renovação da oficina da Ribeira Brava, que irá ocupar um novo espaço contíguo, que permitirá à empresa melhorar ainda mais a prestação de serviços. “O grande problema é arranjar mecânicos. Te- mos serviço para crescer mas existem poucos recursos humanos especializados para trabalhar”, concluiu Duarte Reis.

 

 

CONTACTOS

Bravapeças
Duarte Reis
291 963 991
bravapecas@live.com
www.facebook.com/bravapecas

 

:: LEIA AQUI MAIS ARTIGOS SOBRE AS EMPRESAS NA MADEIRA ::

 

  • Descarregue o PDF completo do artigo –> [download id=”12690″ template=”Bravapeças”]

 

 

 

PALAVRAS-CHAVE