Ver todas

Back

Egoitz Goiricelaya: “A DRiV tem a mais ampla gama de categorias e de linhas de produto deste setor”

7 Novembro, 2022
156 Visualizações

As marcas do Grupo Driv fornecem o aftermarket automóvel com marcas, produtos e serviços que procuram a melhoria do desempenho dos veículos e da rentabilidade dos seus clientes.

A DRiV Motorparts, divisão do Grupo Driv, integra algumas das maiores marcas de aftermarket para o setor dos veículos ligeiros e pesados. Em entrevista à REVISTA PÓS-VENDA, Egoitz Goiricelaya, Managing Director Spain & Portugal da DRiV Incorporated, explica a estratégia de atuação do grupo, que tem 56 fábricas, 41 centros de distribuição e 28 mil funcionários a nível mundial.

Que marcas são as mais representativas no grupo Driv?
As nossas principais marcas, Monroe, MOOG, Ferodo e Champion, representam 75% do nosso negócio e são marcas que têm um forte pedigree de equipamento original, sem esquecer as restantes, com especial ênfase em marcas como a Goetze, AE e Walker. O nosso trabalho é promover as nossas marcas e explicar a diferenciação de qualidade, anos de experiência e know-how por detrás de cada uma, bem como os investimentos atuais e futuros em inovação e tecnologia. Não queremos estar presentes apenas no segmento premium, mas oferecer soluções a diferentes níveis para veículos com 6 ou mesmo 17 anos de idade. Se olharmos para os travões Ferodo e Champion, estes produtos têm especificações diferentes dependendo da idade do veículo. Salientamos a nossa posição premium, mas o mercado também está em movimento e também oferecemos alternativas a estas novas marcas premium ou do segmento médio. Por outro lado, há que ter em conta também os comentários dos instaladores e, para o efeito, realizamos estudos sobre as nossas marcas de forma constante. A estratégia neste momento é estabilizar estas marcas no mercado, antes de adicionarmos novas marcas.

Quais os benefícios para um cliente que trabalhe com o Grupo DRiV?
Desde a aquisição da Federal-Mogul pela Tenneco em 2018, o segmento Motorparts evoluiu para uma organização que fornece soluções para os pedidos mais complexos dos nossos clientes, adotando para uma estratégia de “solucionador de problemas” e agindo como um parceiro comercial e não apenas como fornecedor de peças. Os principais pontos fortes da DRiV Motorparts são: a fortificação da marca e categoria, excelência na cadeia de abastecimento, apoio Omnicanal e a formação e serviços. Empenhamos todos os nossos esforços no fortalecimento das nossas marcas, assegurando categorias sólidas e, além disso, contamos com a excelência da nossa cadeia de fornecimento. Estamos bem posicionados para servir todos os nossos clientes de forma eficiente. O facto de termos um certo número de instalações fabris dedicadas ao mercado de reposição na Europa significa que a nossa cadeia de abastecimento está mais próxima dos nossos clientes. Além disso, a nossa rede de distribuição permite-nos cumprir com os pedidos de forma rápida e eficiente. Por outro lado, oferecemos grandes oportunidades aos nossos clientes para agilizar e melhorar o stock, fornecendo apoio omnicanal. Oferecemos ainda formação e outros serviços de marketing e atendimento ao cliente, que nos diferenciam dos nossos concorrentes. A DRiV tem a mais ampla gama de categorias e de linhas de produto deste setor. Criamos parcerias que ajudam os nossos clientes a aumentar a quota de mercado e a rentabilidade, a reduzir os custos de stock, a melhorar a eficiência e a construir relações sólidas com os seus clientes. Somos uma fonte global, fiável e única de fornecimento de produtos adaptados a cada cliente e a cada oportunidade de negócio. Compreendemos os desafios que os nossos clientes enfrentam todos os dias e estamos dedicados a ajudá-los a resolvê-los. Estamos empenhados em ajudar a desenvolver as competências dos instaladores para os ajudar a permanecer no negócio a longo prazo.

Que tipo de serviço e apoio pós-venda oferece o grupo aos seus clientes e que tipo de serviços irá incorporar no futuro?
A DRiV Motorparts concentra-se no apoio aos distribuidores do aftermarket para consolidar a sua base de oferta, oferecendo uma cobertura one-stop-shopping com a carteira de produtos, posicionamento e marcas certas, com base na procura. Os nossos clientes, tanto as lojas como as oficinas, têm as nossas equipas à sua disposição, para os ajudarem a desenvolver os seus negócios. Apostamos num grande acompanhamento técnico e de marketing aos nossos distribuidores. Do ponto de vista do marketing, oferecemos um apoio de 360º (através de campanhas promocionais, pacotes de visibilidade no ponto de venda, formação, apoio técnico, comunicação…) e, em termos de formação, temos um programa de formação técnica denominado “Garage Gurus”, que oferece, aos nossos clientes e às oficinas, formação e apoio técnico, com base em quatro pilares: On-the-Go (visitas de apoio), On-Line (plataforma digital), On-Call (assistência técnica telefónica) e On-Site (centros técnicos de formação). Este programa oferece formação à medida dos interesses e do nível técnico de cada utilizador. Para além desta formação e capacitações técnicas, o programa Garage Gurus On-Call oferece apoio telefónico gratuito aos nossos clientes e oficinas.

Quais são os principais desafios e oportunidades neste setor em Portugal?
Na nossa opinião, há dois desafios principais a enfrentar, por um lado a situação devido à Covid, os seus efeitos na economia e na nova forma de viver. E por outro lado, temos de estar atentos à forma como irá afetar o processo de consolidação empresarial que está a acontecer no setor a nível europeu. A DRIV, representando uma parte importante do setor, deve estar sempre preparada para se adaptar a todas estas mudanças.

De que forma a presença digital é importante para o grupo Driv?
Nos últimos anos, tivemos de nos tornar muito mais digitais e compensar a falta de visitas e presença em eventos a favor de uma comunicação muito mais estreita através do digital. Portanto, nos últimos dois anos aumentámos a presença em diferentes meios: imprensa, newsletters, redes sociais, blogs, websites, webinars, e pelos novos códigos QR nas nossas caixas, suportes que iremos manter e desenvolver no futuro.

Como pode a falta de matérias primas afetar este setor a curto prazo?
Temos a vantagem do fabrico e distribuição da UE, para a grande maioria dos nossos produtos, pelo que enfrentamos este desafio com uma vantagem sobre outros. Os indicadores preveem que o PIB perdido regressará em 2022 aos níveis de 2019. Uma das lições aprendidas com esta pandemia é que a volatilidade exige que sejamos flexíveis, particularmente na nossa cadeia de abastecimento, que deve permanecer dinâmica, para responder a pedidos rápidos quando há um aumento da procura.

De que forma a eletrificação irá afetar o negócio do grupo?
A tendência é para a eletrificação acelerada dos sistemas de propulsão e veículos mais pequenos nas cidades. Na DRiV lançámos algumas categorias de produtos para o novo VW EV e continuamos a oferecer produtos nesse sentido. A tecnologia de direção e suspensão não é muito diferente, mas a tecnologia em torno da pastilha de travão é mais exigente. Com motores que ajudam o carro a abrandar, a pastilha de travão não atinge a temperatura máxima de funcionamento, pelo que se procuram novas tecnologias para reduzir rapidamente a velocidade do carro a temperaturas mais baixas. Do ponto de vista da suspensão, os condutores gostam de alterar a configuração de condução, pelo que a tecnologia de amortecedor ajustável responde a essa exigência. Mesmo em plataformas de motores de combustão interna, inovamos nos materiais para ajudar os veículos a operar num ambiente mais exigente. Em conclusão, estamos muito bem posicionados para fazer a mudança para motores elétricos. Para o aftermarket, os nossos parceiros poderão contar com componentes originais de motor, ignição e vedantes de marcas DRiV como Goetze, Glyco, Nural, Payen e AE. O advento dos veículos elétricos permitir-nos-á captar uma maior quota de mercado de soluções relacionadas com amortecedores inteligentes, colunas de suspensão Macpherson, produtos de direção e suspensão, travagem, rolamentos, buchas, etc.

Artigo publicado na Revista Pós-Venda n.º 79 de abril de 2022. Consulte aqui a edição.

PALAVRAS-CHAVE