Ver todas

Back

Knorr-Bremse e Dongfeng intensificam parceria

9 Março, 2020
497 Visualizações

A Knorr-Bremse e a Dongfeng Auto Parts anunciaram que vão intensificar a sua cooperação para adicionar sistemas de direção à sua joint venture.

Esta nova estratégia representa a última etapa do compromisso das duas partes em expandir a joint venture, criada em 2015 e focada na produção de produtos de travagem a ar. Com base na sua colaboração original no campo dos sistemas de trvagem para veículos pesados, as partes estão agora a expandir a sua cooperação para incluir sistemas de direção. Também estão a aumentar o investimento e cooperação em pesquisa e desenvolvimento no campo da direção automatizada.

“Estamos muito satisfeitos por termos feito parceria com a Knorr-Bremse nos últimos anos. Temos clientes que exigem constantemente um ecossistema operacional que funcione de maneira eficiente por meio de uma melhor integração e operação simplificada. A experiência da Knorr-Bremse no setor de pesados, combinada com os avanços nos sistemas de direção, proporcionará uma experiência poderosa aos nossos clientes, juntamente com uma maior eficiência operacional”, afirmou Chen Xinglin, vice-presidente da Dongfeng Limited, CEO e gerente geral da Dongfeng Auto Parts.

“A joint venture continuou com seu excelente desempenho nos últimos anos”, afirmou Peter Laier, Membro do Conselho Executivo da Knorr-Bremse, responsável pela divisão de Sistemas de Veículos Pesados. “Em estreita cooperação com a Dongfeng, desenvolvemos produtos e soluções adaptados aos requisitos específicos do mercado chinês. Ao incluir os sistemas de direção na joint venture, estamos a dar outro passo importante para nos tornarmos um participante no mercado chinês de sistemas de direção de veículos pesados. Ao mesmo tempo, a combinação de sistemas de travagem e direção irá criar a base para nos tornarmos um fornecedor de sistemas para sistemas de assistência ao condutor (DAS) e direção altamente automatizada (HAD). Isso ajudará a melhorar a segurança rodoviária dos veículos comerciais da China”.

PALAVRAS-CHAVE