Revista Pós-Venda
NotíciasNovo equipamento Liqui Moly para a limpeza do motor
JetClean

Novo equipamento Liqui Moly para a limpeza do motor

por

A Liqui Moly acaba de lançar a segunda geração do equipamento JetClean Tronic II, para uma limpeza minuciosa no motor e no sistema de combustível.

“O motor volta a respirar livremente e a oficina consegue receitas adicionais através do serviço de manutenção”, afirma David Kaiser, chefe da área de Pesquisa e Desenvolvimento da Liqui Moly.

Logo que um motor está a trabalhar, surgem resíduos da combustão que também ficam presos aos bicos injetores. Desta forma, o combustível já não fica tão fino, o que origina uma perda de potência, um consumo acrescido e ainda mais resíduos de combustão. Também o sistema de aspiração sofre com isso. Neste caso, a sujidade passa pela recirculação dos gases de escape e pela ventilação da cambota. Estes depósitos podem provocar danos no motor e podem ser removidos de forma rápida e minuciosa com o JetClean Tronic II.

Quando conectado ao sistema de injeção ou ao sistema de aspiração, o aparelho bombeia lá para dentro aditivos de limpeza produzidos por ele.

“Isto permite uma remoção concentrada e eficaz dos depósitos”, explica David Kaiser. Existem quatro aditivos para o JetClean Tronic II: tanto para o sistema de injeção e aspiração, como para o sistema de combustível de motores a gasolina e a gasóleo. Para evitar trocas, os aditivos para gasolina têm uma cor azul. Assim, basta olhar para os dois depósitos do JetClean Tronic II para saber se se deve retirar a quantidade restante antes da próxima intervenção ou se é possível atestar apenas.

O processo de limpeza propriamente dito é controlado pelo aparelho. Entretanto, o mecânico pode resolver outros assuntos, garantindo que nada corre mal e que é desnecessária uma purga morosa do sistema de combustível. Para alcançar o mesmo resultado, a única solução seria desmontar os componentes e limpá-los à mão, o que seria um procedimento muito mais complexo e oneroso.

O JetClean Tronic II é ligado à bateria do carro. Visto que não é necessária uma alimentação elétrica externa, o aparelho também pode ser usado de forma móvel para, por exemplo, tratar localmente um parque automóvel completo no cliente. É adequado não só para carros, mas também para furgões, veículos pesados, máquinas de construção, motociclos e barcos. Após a limpeza, o motor volta a ter o seu desempenho original, a vida útil do sistema de injeção aumenta e reduz-se o perigo de surgirem problemas no motor.

A oficina pode oferecer a limpeza como serviço em separado para resolver problemas ou integrá-la de forma preventiva na revisão anual, sendo que ambas as soluções ajudam-na a diferenciar-se da concorrência. E é precisamente no caso de veículos já com alguns problemas que o cliente sente imediatamente uma diferença clara. Em função do número de limpezas realizadas, o JetClean Tronic II pode ser amortizado em poucas semanas.

Em 2005, a Liqui Moly lançou a primeira geração do JetClean Tronic, tendo desde então vendido cerca de 1000 máquinas em todo o mundo. Na passagem do antigo aparelho para o novo é possível continuar a usar os kits de adaptadores existentes. “Desenvolvemos o JetClean Tronic II a partir do zero. A sua construção foi influenciada pela experiência de 13 anos com o modelo anterior”, afirmou David Kaiser. “É melhor, mais compacto, mais robusto e mais móvel.”

Nº de visitas: 126 ~ Visto Hoje: 1

Deixe uma resposta

Contactos

Rua do Sol, 8-A, Vila Fria, 2740-166 Porto Salvo

+351 21 806 89 49

geral@posvenda.pt

siga-nos

Voltar para Topo
Shares
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com