Ver todas

Back

Mann-Filter com carvão ativo para uma maior protecção do habitáculo

21 Outubro, 2017
718 Visualizações

A Mann-Hummel disponibiliza para o mercado soluções de filtragem para habitáculo muito eficazes, por exemplo com a utilização do carvão ativo.

A combustão de combustível diesel no motor do veículo a altas temperaturas produz diversos poluentes, como partículas e óxidos de azoto, os quais são libertados para o ar do exterior através dos gases de escape.

A cada hora várias centenas de milhares de litros deste ar exterior poluído atravessam o sistema de ventilação do veículo para o interior, levando consigo partículas, óxidos de azoto e outros gases prejudiciais que são uma ameaça para a saúde dos passageiros do veículo. Isto significa que o ar do interior do veículo costuma estar muito mais poluído do que o ar ambiente. Portanto, a purificação total do ar exterior através de um filtro de ar de habitáculo é essencial, especialmente para os condutores habituais, as crianças e aqueles que padecem de alergias.

A Mann+Hummel desenvolveu uma proteção efetiva contra os gases prejudiciais e as partículas com os seus filtros de ar de habitáculo da Mann-Filter com carvão ativo.

O carvão ativo presente nos filtros combinados da Mann-Filter e os filtros de ar de habitáculo Frecious Plus reduz a concentração de óxidos de azoto no interior do veículo a quase zero.

O filtro combinado Mann-Filter CUK 31 003, por exemplo, elimina 95 % do gás tóxico, garantindo assim uma enorme redução da concentração de óxidos de azoto no interior do veículo. O filtro combinado está disponível para vários modelos da Audi.

Inalar óxidos de azoto em elevadas concentrações pode irritar as membranas mucosas e provocar dificuldades respiratóriase edema pulmonar. As pessoas com doenças respiratórias crónicas, nomeadamente (por exemplo, asmáticos e alérgicos) têm que lidar como aumento das concentrações de poluentes. Por outro lado, existe uma relação entre os óxidos de azoto e as doenças cardiovasculares.

Em toda a Europa é determinado um valor médio por hora de 200 microgramas por metro cúbico de ar para o dióxido de azoto, que pertence à família dos óxidos de azoto. Este limite pode ser ultrapassado até 18 vezes durante o ano civil. O limite anual é de 40 microgramas por metro cúbico de ar. No entanto, estes limites são ultrapassados em muitas cidades europeias, o que se traduz nuns valores de dióxido de azoto elevados que poluem o ar de forma regular.

Outro fator são as matérias particuladas que contêm partículas com um diâmetro aerodinâmico inferior a 2,5 micras, entre cuja origem se inclui a abrasão dos pneumáticos e os discos de travão.

Estas ínfimas partículas podem penetrar em profundidade nos pulmões. As partículas ultrafinas podem até entrar na corrente sanguínea através dos alvéolos pulmonares e provocar doenças respiratórias e cancro.

Os filtros de ar de habitáculo deveriam ser mudados de acordo com o programa de serviço para uma purificação adequada do ar no interior de veículo.

PALAVRAS-CHAVE