Ver todas

Back

Matrículas de automóveis novos registam quebra de 84,6% em abril

4 Maio, 2020
1141 Visualizações

Já era esperado um resultado muito negativo ao nível das matrículas de automóveis novos no mês de abril. Agora a ACAP, em comunicado, vem revelar que o mês de abril de 2020 registou uma quebra de 84,6% face a igual período de 2019. No mínimo, é histórico!!!

De acordo com a ACAP, nem em fevereiro de 2012, em plena crise financeira internacional, com uma descida histórica de 52,3%, o mercado caiu tanto num único mês, como no passado mês de março (-56,6%) e agora em abril de 2020 (-84,6%).

Em abril de 2020 foram matriculados, pelos representantes legais de marca a operar em Portugal, 3.803 veículos automóveis, ou seja, menos 84,6% do que em igual mês do ano anterior.

No período de Janeiro a Abril de 2020, foram colocados em circulação 56.744 veículos novos, o que representou uma diminuição homóloga de 39,8%.

Por categorias e tipos de veículos observou-se a seguinte evolução do número de unidades matriculadas no nosso país:

1. Automóveis Ligeiros de Passageiros
No quarto mês de 2020 foram matriculados em Portugal 2.749 automóveis ligeiros de passageiros novos, ou seja, menos 87 por cento do que no mês homólogo do ano anterior. No primeiro quadrimestre do ano as matrículas de veículos ligeiros de passageiros totalizaram 48.031 unidades, o que se traduziu numa variação negativa de 40,4 por cento relativamente a período homólogo de 2019.

2. Veículos Ligeiros de Mercadorias
O mercado de ligeiros de mercadorias registou em abril de 2020 uma evolução desfavorável, tendo decrescido 69,9% face ao mês homólogo do ano anterior, situando-se em 948 unidades matriculadas. Em termos acumulados, no período de janeiro a abril de 2020 o mercado atingiu 7.584 unidades, o que representou uma queda de 36,2% face ao período homólogo do ano anterior.

3. Veículos Pesados
Quanto ao mercado de veículos pesados, o qual engloba os tipos de passageiros e de mercadorias, no quarto mês do ano de 2020 verificou-se uma queda de 72,7% em relação ao mês homólogo do ano anterior, tendo sido comercializados 106 veículos desta categoria. De janeiro a abril de 2020 as matrículas totalizaram 1.129 unidades, o que representou também uma queda do mercado de 38,6% relativamente ao período homólogo de 2019.

PALAVRAS-CHAVE