Ver todas

Back

Matrículas de novos continuam em queda

1 Março, 2021
262 Visualizações

Segundos dados hoje divulgados pela ACAP, no passado mês de fevereiro foram matriculados, pelas marcas de automóveis a operar em Portugal, 8.311 veículos ligeiros de passageiros, ou seja menos 59,0 por cento do que em igual mês do ano anterior.

Ainda segundo a ACAP, se considerarmos o conjunto do mercado (com ligeiros de passageiros, ligeiros de mercadorias e veículos pesados) no mês de fevereiro, foram matriculados 10.699 veículos automóveis, ou seja, menos 53,6 por cento do que no mês de fevereiro de 2020.

Já no período de Janeiro e Fevereiro de 2021, dia a ACAP, foram colocados em circulação 23.211 novos veículos, o que representou uma diminuição homóloga de 42,7 por cento.

Por categorias e tipos de veículos observou-se a seguinte evolução do número de unidades matriculadas no nosso país:

1. Automóveis Ligeiros de Passageiros
No segundo mês de 2021 foram matriculados em Portugal 8.311 automóveis ligeiros de passageiros novos, ou seja, menos 59 por cento do que no mês homólogo do ano anterior. Nos dois primeiros meses do ano as matrículas de veículos ligeiros de passageiros totalizaram 18.340 unidades, o que se traduziu numa variação negativa de 47,1 por cento relativamente a período homólogo de 2020.

2. Veículos Ligeiros de Mercadorias
O mercado de ligeiros de mercadorias registou, em Fevereiro de 2021, uma evolução desfavorável, tendo decrescido 17,8 por cento face ao mês homólogo do ano anterior, situando-se em 2.041 unidades matriculadas. Em termos acumulados, no período de Janeiro a Fevereiro de 2021 o mercado atingiu 4.139 unidades, o que representou uma queda de 18,5 por cento face ao período homólogo do ano anterior.

3. Veículos Pesados
Quanto ao mercado de veículos pesados, o qual engloba os tipos de passageiros e de mercadorias, no segundo mês do ano de 2021 verificou-se um crescimento de 19,2 por cento em relação ao mês homólogo do ano anterior, tendo sido comercializados 347 veículos desta categoria. De Janeiro a Fevereiro de 2021 as matrículas totalizaram 732 unidades, o que representou uma queda do mercado de 5,8 por cento relativamente ao período homólogo de 2020.

PALAVRAS-CHAVE