Ver todas

Back

Renault e Google caminham para a deteção e retificação de falhas em tempo real

8 Novembro, 2022
344 Visualizações

O Grupo Renault e a Google anunciaram hoje uma parceria alargada com o objetivo de projetar e disponibilizar a arquitetura digital para o “Software Defined Vehicle” (SDV) e acelerar a digitalização do grupo. Manutenção preditiva e melhor deteção e retificação de falhas em tempo real são novas inovações trazidas por esta parceria.

De acordo com o comunicado conjunto, enviado pela Renault e pala Google, os dois parceiros irão desenvolver um conjunto de componentes de software onboard e offboard dedicados ao SDV e irão aumentar as sinergias e os casos de uso relacionados à estratégia “Move to Cloud” do grupo.

Esta colaboração na computação Cloud, iniciada em 2018, está a acelerar com a criação de um Digital Twin, um gémeo virtual do veículo que irá contar com os mais avançados recursos de Inteligência Artificial (IA), para uma integração mais fácil e contínua de novos serviços no automóvel e a criação de novas aplicações onboard (In-Car Services) e offboard. O grupo irá acabar por transformar todo o seu modelo operacional para a Cloud para obter maior agilidade, melhor desempenho e maior rentabilidade.

Novas inovações a bordo dos veículos

O Grupo Renault e a Google estão a expandir a sua parceria numa colaboração para desenvolver plataformas e serviços para o futuro dos SDVs. A colaboração inclui software integrado no veículo para permitir a plataforma “Software Defined Vehicle” e software Cloud para possibilitar o Digital Twin.

Esta colaboração irá permitir ao Grupo Renault reduzir custos, melhorar a eficiência, flexibilidade e a velocidade de desenvolvimento de veículos e aumentar o valor para os utilizadores finais graças à inovação contínua de software.

O Grupo Renault expandirá o uso da tecnologia Google Cloud para o SDV para uma melhor gestão do registo e análise de dados, com segurança e confidencialidade, bem como o desenvolvimento de software para o veículo. Isto irá suportar os primeiros casos de uso em desenvolvimento, como:

– Manutenção preditiva e melhor detecção e retificação de falhas em tempo real, se necessário.

– Uma experiência personalizada a bordo do veículo (In-Car Services) para se adaptar aos comportamentos de condução, destinos frequentemente utilizados como estações de carregamento de veículos elétricos, etc.

– Modelos de seguro baseados em uso real e comportamentos de condução.

Combinado com a Plataforma “Software Defined Vehicle” e a sua Car Data Platform, o Grupo Renault planeia monitorizar e analisar o padrão de uso do carro para uma melhor compreensão das necessidades e comportamentos dos clientes e para serviços melhores e altamente personalizados de acordo com as suas expectativas, em conformidade com as normas de segurança e de privacidade aplicáveis.

 

PALAVRAS-CHAVE