Ver todas

Back

Scania lança primeiro autocarro de longo curso movido a combustíveis alternativos

12 Setembro, 2018
461 Visualizações

No IAA, a Scania vai apresentar, pela primeira vez, um novo autocarro de turismo, o Scania Interlink Medium Decker, movido a GNL (gás natural liquefeito), com um raio de ação até 1000 quilómetros.

A Scania alarga assim a sua gama de opções de combustíveis alternativos às viagens sustentáveis em autocarros interurbanos. “Apesar de existirem diversas opções para os operadores de autocarros urbanos e suburbanos conscientes das emissões de carbono, tem havido um vazio no mercado das viagens de longo curso, que agora abordamos”, declara Karin Rådström, Diretora de Autocarros Urbanos e de Turismo da Scania. “Como o GNL está cada vez mais disponível em toda a Europa, assim como em muitas outras partes do mundo, trata-se de uma alternativa oportuna e viável “.

As operações com GNL conseguem reduzir em 20% o potencial das emissões de CO2, enquanto diminuem também substancialmente as emissões de óxido nítrico e de partículas. Adicionalmente, os níveis de ruído são também significativamente mais baixos. Alguns países estão também agora a começar a disponibilizar o biogás liquefeito, reduzindo as emissões de carbono em 90%.

A sustentabilidade é a temática principal da Scania na IAA e toda a sua gama de autocarros urbanos e de turismo funciona com combustíveis alternativos, desde o híbrido Scania Citywide LE Suburban até ao Scania Interlink High Decker, movido a Óleo Vegetal Hidrotratado (HVO).

Complementarmente, a Scania apresenta o seu autocarro elétrico urbano, de piso rebaixado, atualmente em circulação regular no norte da cidade sueca de Östersund. Na IAA, em primeira mão e num percurso interno pelo recinto da Deutsche Messe, os visitantes terão a oportunidade de experimentar este autocarro Citywide, de bateria elétrica e piso rebaixado.

A Scania irá estar no Stand C 22, Pavilhão 12.

PALAVRAS-CHAVE