Ver todas

Back

Scania equipa série L com motor de 7 litros

3 Março, 2020
343 Visualizações

Com a introdução do motor DC07 também para a Série L, a Scania aumentou o volume de transporte em cerca de 360 kg. Está disponível em três potências de motor: 220 cv, 250 cv e 280 cv.

Com a introdução das cabinas Série L em 2017, a Scania conquistou uma posição importante no segmento dos veículos comerciais pesados urbanos. Trouxe algo novo – um camião modular, de entrada rebaixada, com todas as capacidades que caracterizam a Scania, mas com o condutor – e o acesso – colocados ao nível da estrada. A Série L permite um excelente acesso à cabina e alivia o esforço físico do condutor, permitindo também uma interação real com outros condutores, ao mesmo nível, em situações de trânsito intenso.

O motor Scania DC07 foi inicialmente introduzido em 2017 e disponibilizado apenas em combinação com as cabinas Série P da Scania. Trata-se de um motor leve, robusto e moderno, de seis cilindros em linha e com uma cilindrada de 6.7 litros. Oferece um binário de 1200 Nm logo a partir das 1050 rpm, na sua versão mais potente de 280 cv. Este motor integra o sistema de pós-tratamento de gases de escape desenvolvido internamente pela Scania, com tecnologia SCR apenas, e pode ser equipado com PTOs acionados pelo motor. O DC07 foi imediatamente aclamado pela imprensa e pelos clientes graças à sua performance suave, baixo ruído e eficiência em termos de combustível.

A força motriz subjacente à procura crescente de “soluções citadinas” reside nos regulamentos locais e numa crescente consciencialização sobre a segurança.

A Scania acredita que os clientes tradicionais para a nova combinação estarão entre os transportadores e os empresários que pretendem garantir um funcionamento diário isento de problemas nas áreas urbanas. Existem empresas que entregam mercadorias, recolhem resíduos e são ativas na construção ou na manutenção de infraestruturas. Neste tipo de atividades, uma boa visibilidade, um ambiente para o condutor de qualidade superior, em combinação com uma economia total de funcionamento favorável, são elementos decisivos.

As cabinas Série L têm uma dimensão de 6 m de comprimento e estão disponíveis com três alturas de tejadilho diferentes: baixo, normal e alto. Se encomendada com a função de ajoelhamento, precisará apenas de um degrau para entrar na cabina, com a altura do piso a cerca de 80 cm do solo. As configurações típicas dos eixos para aplicações urbanas rígidas são 4×2 ou 6×2*4 (com o eixo portador de direção elétrica da Scania).

O Scania Zone é um serviço baseado no posicionamento para ajuste automático do veículo. Ajuda os condutores a cumprir as regras de trânsito e ambientais, permitindo uma utilização sustentável do camião com uma segurança otimizada para os residentes.

PALAVRAS-CHAVE