Revista Pós-Venda
MercadoNotíciasZF aumenta vendas e margem no primeiro semestre de 2017
investigação e desenvolvimento

ZF aumenta vendas e margem no primeiro semestre de 2017

por

A ZF Friedrichshafen AG aumentou, ainda mais, o valor de vendas e de margem no primeiro semestre de 2017. As vendas atingiram os 18,3 mil milhões de euros e o resultado operacional líquido (EBIT) melhorou significativamente para 1,2 mil milhões de euros.

Nesse sentido, a ZF obteve uma melhor margem de EBIT líquida de 6,6%, apesar do aumento nas despesas com Investigação e Desenvolvimento. Ao mesmo tempo, a ZF conseguiu reduzir a dívida, proveniente da aquisição da TRW, em cerca de 684 milhões de euros.

Também no primeiro semestre, a ZF investiu fortemente no futuro – queremos acelerar rapidamente a mobilidade elétrica e a condução autónoma”, diz o presidente executivo da ZF, Dr. Stefan Sommer. “A melhoria da nossa margem e o sólido fluxo de caixa ajudou-nos nesse aspeto, assim como algumas parcerias novas, com as quais complementamos o nosso portefólio de tecnologia.”

No primeiro semestre de 2017 a ZF realizou, no total, 18,3 mil milhões de euros de vendas. Isto representa um aumento de 481 milhões de euros, ou seja, mais 2,7% do que nos primeiros 6 meses do ano anterior. Sem efeitos por variações das taxas de câmbio, bem como líquido da compra e venda de ativos e participações, o crescimento orgânico fica nos três por cento.

No primeiro semestre de 2017, o resultado operacional líquido (EBIT) ficou em 1,2 mil milhões de euros (ano transato: 1,1 mil milhões de euros) e correspondeu a uma margem EBIT líquida de 6,6% (ano transato: 6,3%). “Apesar das elevadas despesas com a investigação e desenvolvimento, assim como com a mobilidade elétrica e condução autónoma, conseguimos melhorar ainda mais a margem”, resumiu o Diretor Financeiro, Dr. Konstantin Sauer. “Isto foi alcançado através de um desempenho operacional melhorado e de sinergias realizadas através da aquisição da TRW. O resultado líquido antes de juros, impostos, amortizações e depreciações (EBITDA) ascendeu a 2,0 mil milhões de euros (ano transato: 1,9 mil milhões de euros), o que corresponde a uma margem EBITDA de 10,8% (ano transato: 10,7%).

O fluxo de caixa livre operacional líquido da compra e venda de ativos e participações ascendeu aos 322 milhões de euros (ano transato: 401 milhões de euros), o que levou a mais uma redução da dívida proveniente da aquisição da TRW de cerca de 684 milhões de euros, para 7,6 mil milhões de euros. A quota de capital próprio aumentou, entretanto, de 2 pontos percentuais para 23%.

A ZF espera um desenvolvimento estável dos negócios para o ano de 2017. “Esperamos ainda uma margem EBIT líquida de mais de 6% e uma margem EBITDA superior a 10%”, afirma o diretor financeiro Sauer. “O volume de negócios para o ano de 2017 será superior a 36 mil milhões de euros.”

Para mais informações visite: www.zf.com

Nº de visitas: 1 ~ Visto Hoje: 1

Deixe uma resposta

Contactos

Estrada de Polima. Centro Industrial da Abóboda nº 1007 2º andar, escritório I. 2785-543 São Domingos de Rana

+351 21 806 89 49

geral@posvenda.pt

siga-nos

Voltar para Topo
Shares
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com