Ver todas

Back

Drivus: Pelo caminho da rentabilidade

22 Abril, 2022
432 Visualizações

Drivus é a nova marca da Axalta, não de tintas mas sim de serviços que pretende ajudar as oficinas de colisão a rentabilizar melhor o seu negócio. Esta marca traça o presente e o futuro da digitalização para este gigante da repintura.

Para os leitores da PÓS-VENDA mais atentos são por demais conhecidos os investimentos que a Axalta tem feito na digitalização do negócio da repintura. O argumento é sempre o mesmo e passa por simplificar o processo numa unidade de repintura de modo a tornar mais rápida a operação e, não menos importante, mais rentável. Resultado de todos os investimentos feitos ao longo de muitos anos na organização das unidades de pintura, quer através de formações técnicas, quer em soluções digitais, a Axalta lançou no final de 2021 uma plataforma onde congrega todo o seu conhecimento, denominada Drivus, onde a prioridade máxima está centralizada na rentabilidade. No fundo a Drivus é uma nova marca para os serviços  disponibilizados pela Axalta, transversal às três marcas de tinta que comercializa (Spies Hecker, Standox e Cromax). “O mercado está em profunda mudança e o nível de serviço assume cada vez mais importância no negócio da repintura, que determinará a capacidade das empresas evoluírem e sobressaírem. O Drivus surge precisamente para potenciar o nível de serviço” explica João Calha, Key Accounter Manager da Axalta em Portugal.

Para a oficina
O Drivus é uma plataforma claramente focada na oficina de repintura, com o objetivo de a apoiar no seu negócio, de uma forma transversal, visando a produtividade, a rentabilidade e o lucro. “Aqui não estamos a abordar a componente do produto, mas sim a componente da gestão oficinal. Para a Axalta não interessa só ser líder ao nível das tintas, também o pretende ser no apoio a gestão das oficinas”, refere o responsável da Axalta, explicando que “muito do que se pode encontrar na plataforma Drivus resulta do trabalho que a empresa tem vindo a desenvolver junto das oficinas, à qual foram adicionadas novas ferramentas, aparecendo agora tudo unificado numa plataforma com o nome Drivus”.

Em termos de funcionamento, a oficina acede à plataforma via web e navega nos módulos escolhidos que estão de acordo com as suas necessidades, dimensão e do seu volume de serviço. “A modularidade desta plataforma permite que praticamente todo o tipo de oficinas de repintura possam usar esta ferramenta”, diz João Calha realçando que “uma oficina de maior dimensão terá vantagens de trabalhar com todas as ferramentas que a plataforma oferece, mas consideramos que esta plataforma seja muito importante para aquelas oficinas de média dimensão, que têm potencial de evolução interessante, ao nível da gestão do seu negócio. Nós queremos e devemos apoiar todas estas oficinas”.

4 pilares e muitos serviços
São quatro os pilares em torno dos quais se desenvolveu a plataforma Drivus, tendo depois uma série de aplicações e serviços. Um dos pilares é a digitalização com foco na cloud, o que torna desnecessária a dependência de ficheiros para ter acesso à informação, dados e aos relatórios. Desta forma aceder à informação faz-se de uma forma natural, rápida e muito mais objetiva.

Outro dos pilares do Drivus é a formação, tema que é muito sensível à Axalta tendo em conta o investimento que a empresa sempre fez nesta área. Para além da formação (técnica e não técnica) que é ministrada regularmente nos centros de formação e dos vídeos de formação online (nas páginas web da Axalta e no youtube), o Drivus tem disponível uma série de conteúdos formativos complementares, que podem ser acedidos em qualquer lado, a qualquer momento e em qualquer plataforma (pc, smartphone ou tablet).

O terceiro pilar é ao nível da consultoria, que permite fazer um trabalho de acompanhamento das oficinas, quer a nível técnico, quer no plano da gestão e do negócio em si. Trata-se de um serviço que permite analisar constantemente ou com níveis definidos (target´s) a evolução da oficina ao longo do tempo e, em simultâneo, medir em função desses target´s dando conselhos, planos de ação e sugestões de melhoria (de forma online ou até presencial). Através do portal do Drivus a plataforma é desenvolvida por módulos (parametrizáveis) em função das necessidades e interesses de gestão da oficina onde são definidos esses tais target´s.

O quarto pilar da Drivus são os serviços em rede. Trata-se de uma plataforma desenvolvida para funcionar em oficinas organizadas em rede ou que pertençam à mesma entidade, como acontece com muitos grupos de retalho automóvel, permitindo ao gestor do grupo ter uma visão global da atividade e assim gerir melhor a atividade. O Drivus vai permitir que seja integrado com outras plataformas de gestão que as oficinas disponham. “Com o Drivus pode-se ter uma visão muito completa do negócio, pois pode recolher os dados de qualquer programa de gestão oficinal, bem como todos os dados gerados pelos nossos programas de cor. No fundo cada organização depois poderá programar os seus indicadores nesta plataforma e ter esses dados permanentemente disponíveis e atualizados” explica João Calha.

Ao longo de 2022 a Axalta vai formar todas as equipas da rede de distribuição sobre esta plataforma, que depois terão um papel muito importante na sua dinamização junto dos clientes e potenciais clientes oficinais.

Artigo publicado na Revista Pós-Venda n.º 76 de janeiro de 2022. Consulte aqui a edição.

PALAVRAS-CHAVE