Ver todas

Back

Liqui Moly doa produtos para serviços de emergência e bombeiros

22 Dezembro, 2020
688 Visualizações

A Liqui Moly realizou uma campanha de doação, com produtos gratuitos para serviços de emergência, bombeiros e todos os serviços da linha da frente.

Desde o seu início em abril e mais de 20 000 packs depois, o orçamento de vários milhões de euros chegou ao fim. “A afluência e a gratidão foram avassaladoras”, resume o CEO, Ernst Prost.

A campanha de doação começou no início de abril, com um volume de um milhão de euros. O objetivo era aliviar os serviços de emergência de todo o mundo no combate ao coronavírus. Com os produtos entregues gratuitamente, a Liqui Moly pretendia aliviar financeiramente bombeiros, hospitais, serviços de emergência, serviços de entrega de refeições em casa, bancos alimentares, serviços de cuidados móveis, bem como organizações de primeiros socorros e muitas outras associações sem fins lucrativos, para que pudessem adquirir outros equipamentos necessários. Nesta altura, nem só o gel desinfetante e as máscaras faciais importam. “Contribuímos com aquilo que sabemos fazer melhor: óleos, aditivos e outros produtos de manutenção automóvel”, afirma o CEO da Liqui Moly, Ernst Prost. Afinal, a operacionalidade dos veículos de emergência é uma grande prioridade. “Sem óleo de motor, os serviços de emergência e os bombeiros não conseguem chegar ao local de intervenção. Por isso é que os nossos produtos, mesmo que atuem de forma invisível, são importantes para o funcionamento do nosso sistema de saúde”, sublinha o diretor.

Os bombeiros, os serviços de emergência e as organizações humanitárias de todo o mundo mostraram interesse. Por isso, a campanha de doação não se limitou à Alemanha e a empresa criou um programa semelhante para o mercado internacional. “As nossas doações de produtos foram tão cobiçadas como as massas e o papel higiénico nos supermercados no início da pandemia”, diz Ernst Prost, em tom de brincadeira. Ao todo, quase 15 000 pedidos deram entrada na sede da empresa, em Ulm, resultando em mais de 13 000 encomendas e mais de 22 000 packs.

Na Liqui Moly Iberia também foram aplicados programas de apoio. Em Portugal foram mais de 420 corporações de bombeiros a beneficiar deste programa de apoio, que garantiu cuidados adicionais para as viaturas de socorro. Também em Espanha decorrem ainda as últimas entregas a associações de apoio ao domicílio e de assistência social.

O montante inicial não era suficiente, razão pela qual o programa de ajuda foi aumentado duas vezes, atingindo um total de cinco milhões de euros, só na Alemanha. Também este montante foi utilizado até aos últimos cêntimos, sendo até significativamente excedido. No final, atingiu-se um incrível montante de 5,6 milhões de euros, excluindo os custos de preparação, a expedição e a entrega gratuita no mundo inteiro. “Claro que esse valor foi assumido por nós. E nem quisemos ouvir falar de recibos de doação”, afirma o CEO da Liqui Moly. Afinal, o objetivo das despesas especiais não era reduzir o encargo fiscal.

Assumir a responsabilidade social está sempre em primeiro plano. “Muitas pessoas trabalham arduamente todos os dias para que a crise pandémica não aumente. A nossa doação é um verdadeiro alívio para estes ajudantes da primeira linha”, afirma Ernst Prost. A situação financeira de todas as equipas dos serviços de emergência e das organizações está difícil e qualquer despesa que não tenha de ser assumida por conta própria é de uma enorme ajuda para estas mulheres e homens ao serviço da sociedade. A crise do coronavírus revela também quais os serviços e produtos indispensáveis e como tudo está interligado sem que disso nos apercebamos. “Os nossos produtos têm uma importância sistémica”, sublinha o diretor da Liqui Moly.

PALAVRAS-CHAVE