Ver todas

Back

MOBI.E instala postos de carregamento para pesados no Porto de Lisboa

21 Fevereiro, 2024
331 Visualizações

A MOBI.E e a Administração do Porto de Lisboa assinaram um protocolo de colaboração, para desenvolver e implementar uma estrutura de carregamento de veículos elétricos ligeiros e pesados nas instalações sob gestão da APL.

Este acordo foi oficializado durante o evento “Parcerias para a Descarbonização do Porto de Lisboa”.

A constituição desta parceria para a MOBI.E é “uma nova forma de colaboração enquadrada na sua estratégia de contribuir para o desenvolvimento da mobilidade sustentável em Portugal”, apoiando, desta vez, o compromisso da APL com a “dinamização de soluções inovadoras e sustentáveis” em todas as dimensões da sua atividade, tendo definido “metas de aumento progressivo da frota elétrica e de carregadores em edifícios, mas também, a nível da atividade portuária, onde se pretende modernizar o transporte rodoviário de mercadorias, minimizando a combustão e a sua pegada carbónica”.

Este evento ficou marcado pelo arranque da discussão sobre o desenvolvimento de soluções de carregamento para veículos pesados de mercadorias, onde, para além da Yilport-Liscont ter apresentado a sua estratégia para se tornar um terminal neutro em termos de emissões e o projeto piloto em conjunto com a Paço Rápido e a Volvo para passar a recorrer a veículos pesados elétricos na movimentação de mercadorias dentro do terminal, foi promovido um painel que contou com a moderação de Tiago Farias, do Instituto Superior Técnico, e a presença de representantes da MOBI.E, da E-REDES, da Associação Portuguesa de Operadores e Comercializadores da Mobilidade Elétrica (APOCME), da Volvo e da transportadora Paço Rápido da Yilport-Liscont (empresa de armazenamento e transporte que opera no Porto de Lisboa).

O presidente da MOBI.E, Luís Barroso, referiu: “Esta é uma via da MOBI.E contribuir para o crescimento da mobilidade sustentável através do estabelecimento de Protocolos que procurem responder a necessidades específicas, como é o caso do Porto de Lisboa e o transporte de veículos pesados de mercadorias, conforme ficou bem patente ao longo da sessão e, por isso, espero que estes Protocolos e iniciativas idênticas se possam multiplicar em breve”.

A MOBI.E compromete-se a prestar apoio à APL na conceção, desenvolvimento e implementação da estrutura que vier a ser definida, no âmbito deste projeto piloto.

PALAVRAS-CHAVE