Ver todas

Back

Novo motor elétrico com mais potência para o ZOE

2 Agosto, 2018
1165 Visualizações

A Renault tem vindo a evoluir as prestaçoes do seu elétrico ZOE, tendo agora lançado um novo motor para estes modelo com mais potência e menos consumo… elétrico.

A mais recente novidade da gama é o Renault ZOE R110, equipado com o novo motor R110. Com 80 kW (108 cavalos) de potência e 225 Nm de binário, este novo bloco tem exatamente as mesmas dimensões e massa do predecessor R90. No entanto, graças aos 12 kW de potência e 5 Nm de binário adicionais, é mais rápido nas acelerações, como confirmam os números: 0-50 km/h em 3,9 segundos (4,1s R90), 0-80 km/h em 7,6 segundos (8,6s R90), 0-100 km/h em 11,4 segundos (13,2s R90).

Mas também nas recuperações, o Renault ZOE R110 é substancialmente mais rápido do que a versão equipada com o motor R90: como exemplo, os menos dois segundos que precisa para subir dos 80 aos 120 km/h!

Um bloco desenvolvido em apenas dois anos, que beneficia de um conjunto de inovações no módulo elétrico e na eletrónica de potência, para também manter a já reconhecida eficiência energética do motor R90. Os 300 quilómetros de autonomia real são disso exemplo, sendo de referir que este valor já foi obtido segundo o protocolo WLTP. O novo ciclo de homologação que visa a homologação dos valores de emissões, consumos e autonomia (no caso dos elétricos) mais de acordo com as condições e o modo como conduzimos no quotidiano.

Tempos de carregamento reduzidos

Nos postos de carregamento rápido de 43kW (64A) ou acelerado 22kW (32A), o novo Renault ZOE R110 precisa de 100 minutos para carregar as baterias desde zero até aos 80 por cento de carga (240 quilómetros de autonomia).

Custos de utilização imbatíveis

Como não podia deixar de ser, também os custos de utilização do Renault ZOE R110 são imbatíveis quando comparados com os de um automóvel equipado com motor de combustão. Para 100 quilómetros são precisos apenas 1,3€ em “combustível”, ou melhor, em eletricidade. Para isso acontecer, a tarifa de eletricidade contratualizada só tem de ser bi-horária. Se não for o caso, a mesma centena de quilómetros tem um custo máximo de 2,2€! Ou seja, um valor incomparavelmente inferior ao que é reivindicado pelos mais económicos diesel.

Mas as poupanças não se ficam por aqui: como todos os automóveis elétricos, o Renault ZOE R110 está isento do pagamento de Imposto Único de Circulação, não é abrangido pela tributação autónoma, não paga estacionamento na cidade de Lisboa e o custo de uma revisão é substancialmente inferior!

E, se todos os números anteriores são válidos para um cliente particular, que dizer para uma empresa, que também beneficia da dedução integral do IVA?

O Renault ZOE R110 pode ser adquirido a partir de 17.170€ associado a um contrato de aluguer e serviços relacionados com as baterias. Se a opção recair na compra do novo Renault ZOE R110 com as baterias incluídas, o preço começa nos 28.830€.

Em qualquer dos casos é oferecida a Wallbox de 7,4kW para instalação doméstica.

O Renault ZOE R110 beneficia, tal como os restantes modelos da gama Renault, da garantia contratual de cinco anos / 100.000 km. Na modalidade de aquisição da bateria, a mesma tem uma garantia de 8 anos (para uma capacidade de armazenagem superior a 60%). No caso da modalidade de aluguer da bateria, as condições contratuais (troca da bateria assegurada pela marca em caso de mau funcionamento ou se a capacidade de armazenagem descer abaixo dos 75 %) fazem com que na prática a garantia seja… vitalícia!

O Novo ZOE R110 estará disponível na rede de Concessionários Renault a partir do início do próximo mês de setembro.

PALAVRAS-CHAVE