Revista Pós-Venda
TecnologiaSchaeffler apresenta a caixa de velocidades híbrida

Schaeffler apresenta a caixa de velocidades híbrida

por

No seu habitual simpósio, Schaeffler Kolloquium 2018, e perante mais de 400 clientes, a Schaeffler apresentou diversas novidades e inovações, onde se destaca a visão integral para tecnologias de propulsão ecológicas.

A Schaeffler apresentou uma ampla seleção das suas principais inovações tecnológicas, que abrangem desde componentes e soluções de sistema para otimizar a transmissão de motores de combustão ou eletrificar a propulsão de veículos híbridos e elétricos até novos conceitos de veículos.

Com o “Schaeffler Mover” e uma variante de carga do “Bio-Hybrid”, a Schaeffler exibe conceitos concretos de veículos para a futura mobilidade urbana. Graças à sua ampla oferta de soluções tecnológicas, a Schaeffler faz uma importante contribuição para a mobilidade do amanhã.

“A grande variedade de requisitos de mobilidade exigidos pelo mercado representa um completo desafio para a mobilidade do amanhã”, esclarece Matthias Zink, diretor de Automotive OEM da Schaeffler. “Um aspeto decisivo para o sucesso do desenvolvimento de soluções é a visão integral da transmissão e da interação do motor elétrico, o motor de combustão, a caixa de velocidades e a infraestrutura necessária. Por isso, os nossos clientes beneficiam da ampla oferta da Schaeffler.”

Uma ampla gama de produtos e soluções que o público especializado terá a oportunidade de descobrir no âmbito deste “Simpósio Schaeffler”. Entre estes, podem encontrar novidades mundiais como, por exemplo, as caixas de velocidades híbridas (caixas de velocidades à medida para veículos híbridos) ou o “Schaeffler Mover”, a primeira plataforma tecnológica mundial para robot-táxis e veículos de transporte urbanos.

Graças à propulsão elétrica que se encontra no cubo da roda, uma direção de 90 graus e o desenho modular, esta plataforma compacta pode ser utilizada de forma flexível para diferentes soluções de mobilidade no meio urbano e expandida livremente.

As tecnologias para as diferentes transmissões (tanto do motor de combustão como de veículos híbridos e elétricos) são apresentadas em conferências especializadas, assim como numa exposição dividida por tipos de propulsão. Além disso, há áreas temáticas multidimensionais sobre os temas de mobilidade urbana, digitalização, cadeia energética e simulação que ilustram as atividades da Schaeffler nestes âmbitos.

 Caixa de velocidades híbrida inteligente (DH-°©‐ST 6+2)

A Schaeffler desenvolveu uma caixa de velocidades que otimiza o espaço para veículos híbridos com ligação direta à corrente. A caixa de velocidades híbrida combina as vantagens de uma caixa de velocidades automatizada com as da transmissão elétrica. Ao mesmo tempo, a dinâmica de condução e o conforto aumentam, enquanto o consumo e as emissões diminuem.

Schaeffler Mover

O “Schaeffler Mover”, com o propulsor e a transmissão integrados em cada cubo da roda e direção de 90 graus, oferece uma plataforma inovadora para os mais diversos conceitos de veículos como, por exemplo, robot-táxis ou veículos de transporte autónomos.

Os componentes da propulsão e do chassis estão agrupados no “Schaeffler Mover” e ocupam pouco espaço numa unidade compacta, o “Intelligent Corner Module” da Schaeffler. Este módulo, montado nas quatro rodas, está formado pelo motor montado no cubo da roda, pela suspensão da roda, incluindo as molas, e o acionador para a direção eletromecânica. A direção do módulo da roda está fabricada como um sistema eletromecânico “Steer‐by‐Wire”. A forma escolhida da suspensão da roda permite viragens de até 90 graus. Desta forma, o veículo pode manobrar em ruas estreitas ou estacionar lateralmente em espaços pequenos para permitir que os passageiros entrem e saiam. O seu raio de rotação, inferior a cinco metros, faz com que o veículo se mova de forma muito ágil no trânsito urbano. Além disso, o veículo pode girar sobre o seu eixo.

O motor de tração do módulo de roda, fabricado como máquina síncrona magnetizada de forma permanente, é uma variante do motor montado no cubo da roda desenvolvido pela Schaeffler no ano de 2013 durante o projeto inicial. No desenho atual para o “Schaeffler Mover”, cada um dos quatro motores elétricos, com uma tensão de funcionamento de 300 volts, proporciona uma potência contínua de 13 quilowatts e uma potência máxima limitada no tempo de 25 quilowatts. O binário nominal de 250 Newton metro por motor pode ser momentaneamente duplicado.

Fiável, flexível e cómodo, o “Schaeffler Mover” satisfaz os requisitos fundamentais para um veículo automatizado de uso urbano. Uma regulação da dinâmica de condução expressamente desenvolvida permite controlar de forma individual cada módulo da roda, combinando as funções da regulação da dinâmica de condução (ESP), a vectorização do binário (Torque Vectoring) e a direção a quatro rodas. Desta forma, os movimentos laterais podem ser realizados praticamente sem forças transversais percetíveis para os ocupantes, algo muito agradável, por exemplo, para os passageiros que estejam a ler. Ao mesmo tempo, este conceito de propulsão garante uma grande disponibilidade e segurança no caso de acidentes. Todo o software para regular a propulsão e a direção procede da Schaeffler, incluindo um conceito integral de segurança.
O alto nível de integração do módulo da Schaeffler tem mais vantagens. Desta forma, a propulsão e o chassis requerem menos espaço no total e a área que fica livre oferece mais espaço para os passageiros e superfície de carga para as mercadorias. O espaço criado para a bateria e os grupos auxiliares permite que o veículo tenha dimensões compactas. Estas, por sua vez, também podem variar. Por fim, o veículo também pode ser fabricado como variante mais comprida e mais larga, sem ser necessário realizar modificações no acionamento e no chassis. A estrutura modular do “Schaeffler Mover” cumpre a condição de realizar várias tarefas do transporte de pessoas e mercadorias com um chassis bastante uniforme. A estrutura, que pode ser equipada para cada aplicação, pode ser rapidamente separada da plataforma, onde se encontra integrada toda a técnica necessária para a condução. Apenas uma parte dos sensores necessários para a condução autónoma se encontra na estrutura adicional.

A interligação nos veículos urbanos autónomos é uma condição essencial para que funcionem sem problemas. Os especialistas da Schaeffler desenvolveram um gêmeo digital do veículo, que representa uma cópia do veículo real na nuvem. Graças a uma análise contínua dos dados de estado e funcionamento, é possível reconhecer, por exemplo, a futura procura de manutenção a longo prazo. “O veículo concebido de forma consequente para um funcionamento interligado preenche um espaço vazio crucial na gama atual da indústria automóvel”, afirmou ou presidente de tecnologia da Schaeffler, o Prof. Peter Gutzmer.

Nº de visitas: 46 ~ Visto Hoje: 1

Contactos

Rua do Sol, 8-A, Vila Fria, 2740-166 Porto Salvo

+351 21 806 89 49

geral@posvenda.pt

siga-nos

Voltar para Topo
Shares
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com