Ver todas

Back

Calendário Liqui Moly em viagem pela Alemanha

25 Novembro, 2020
669 Visualizações

Como cenários para o calendário de 2021, a Liqui Moly escolheu locais do seu país de origem: cidades e paisagens na Alemanha.

No entanto, e novamente por causa da pandemia, as fotografias não foram tiradas nos locais, mas sim num estúdio em Munique. “Os modelos fotográficos levam-nos até 13 dos locais mais conhecidos da Alemanha. E porque ninguém sabe como será possível viajar em 2021, levamos os locais de férias para a oficina ou para casa”, afirma o diretor da Liqui Moly, Ernst Prost. Do mar do Norte à Floresta Negra e do rochedo de Loreley a Dresden, as fotografias cobrem todos os pontos cardeais.

Quem olha com atenção, descobre objetos que não combinam exatamente com a paisagem. Isto é porque estes utensílios fazem parte de um estúdio fotográfico. Foi precisamente nesse estúdio que o calendário foi produzido. Em vez de sair para a natureza e para a azáfama da cidade, fomos para um estúdio. As luzes que se encontram do lado esquerdo na fotografia, os rolos de relva não totalmente assentes no centro ou as marcas adesivas no chão não são asneiras embaraçosas, mas sim deliberadas.

“As máscaras usadas no dia a dia continuam a parecer irreais, pelo que o calendário brinca precisamente com a surrealidade. Os modelos e os adereços são reais, mas os planos de fundo das imagens não são, embora pareçam. As fotografias são um pequeno escape ao dia a dia, em charmosa companhia”, afirma Ernst Prost. Foram impressos 155 000 exemplares do calendário. 

E quem preferir modelos motorizados em duas rodas e tiver mais saudades das arenas de desporto motorizado deste mundo do que do rochedo de Loreley poderá pendurar o calendário de desportos motorizados da Liqui Moly. Apresenta exemplos das abrangentes atividades do especialista em óleos: automobilismo, motociclismo e corridas de camiões, percursos em pistas de corrida, fora das pistas e em água.

PALAVRAS-CHAVE