Ver todas

Back

Standvirtual vai reforçar aposta nas peças e acessórios

1 Outubro, 2019
514 Visualizações

Numa altura em que comemora os seus 15 anos de existência, o Standvirtual, portal online líder de anúncios classificados automóvel, pretende investir na categoria peças e acessórios, duplicando o número de componentes nos próximos anos.

Ao longo dos últimos 12 meses, o Standvirtual teve mais de 210 mil carros à venda (oferta), recebeu mais de 2,3 milhões de contactos aos anúncios colocados (procura) e mais de 21 milhões de visitas no site (com uma permanência média de seis minutos por visita). Isto significa uma média aproximada de 1.750,000 visitas por mês.

Com base nestes indicadores e antecipando já o que será o próximo ano, Nuno Castel-Branco, atual Head of Motors do Satandvirtual, afirmou que “no que concerne ao segmento em que operamos, estamos no top of mind dos portugueses há mais de seis anos e, em 2020, iremos investir na melhoria do nosso produto e serviço com intuito de aproximar ainda mais compradores e vendedores, através de maior transparência e informação. Como tal, projetamos um crescimento de 20% face ao ano de 2019”.

A categoria de peças e acessórios auto será, de acordo com o próprio, também uma grande aposta nos próximos anos. A marca conta atualmente com 600 mil peças e acessórios e pretende duplicar este valor no próximo ano.

“Queremos trabalhar junto dos clientes profissionais especializados nesta matéria para que, a breve trecho, possamos também ser considerados uma referência para quem procura comprar e/ou vender peças e acessórios auto. O investimento nesta categoria irá passar, para além de alargamento obrigatório da rede de clientes profissionais desta área que utilizam a nossa plataforma, também pela contratação de recursos especializados que terão a missão de garantir o melhor serviço possível aos nossos utilizadores”, explica Nuno Castel-Branco.

O tema dos recursos humanos foi outro dos abordados e sobre o qual o responsável máximo do Standvirtual desvendou alguns números interessantes.

“Neste momento, entre programadores e equipas dos restantes departamentos, contamos com cerca de 200 colaboradores, mas é nossa intenção fazer crescer a equipa até o final do ano”, revelou Nuno Castel-Branco.

 

PALAVRAS-CHAVE