Ver todas

Back

DGA: Dos Auto-Paraventos aos componentes e acessórios

21 Junho, 2021
148 Visualizações

A DGA fabrica desde 1990 Auto-Paraventos que comercializa não só em Portugal mas também em diversos mercados internacionais. Para além disso a empresa comercializa também outros componentes e acessórios para automóveis.

Texto: Paulo Homem

Domingos Gouveia Araújo, profissional ligado há muitos anos ao setor das peças, fundou no início da década de 90 a DGA. A procura que existia no mercado por Auto-Paraventos (também conhecido chuventos) levou-o a investir na produção deste acessório.

Passados todos estes anos a empresa continua a produzir este acessório em escala, dispondo de uma oferta de cerca de 1.400 moldes (quase 1.800 versões), tendo uma produção de quase 100 novos moldes por ano (exceto este ano), já que o ciclo de vida dos automóveis é cada vez mais curto e existem cada vez mais novos modelos de automóveis. Por isso, a amplitude de gama é muito grande nos Auto-Paraventos, com a DGA a ter uma oferta disponível para modelos desde os anos 80 até veículos já lançados em 2020. Diga-se ainda que esta gama de produtos não está apenas orientada para veículos ligeiros, pois existem muitas referências disponíveis para comerciais, carrinhas de caixa aberta, carros sem carta e ainda para camiões.

No início do novo milénio a empresa decidiu expandir a sua presença comercial além-fronteiras. A presença em feiras levou a empresa a prolongar o seu negócio para diversos mercados internacionais, impondo a marca DGA, mas também fez com que a empresa alargasse o seu portfólio de produtos (a componentes e acessórios auto) para o mercado português. Para alguns desses produtos foi criada uma nova marca, a Car Sense (produtos para a área elétrica), enquanto em outros produtos (led´s, lâmpadas, sensores de estacionamento, escovas limpa-vidros, faróis, sensores TPMS, alarmes, car video, chaves & capas, tapetes, etc) a empresa do Porto passou a representar marcas como a Lampa, Steel Mate, Narva e Rubber Mat. “Temos diversas gamas de produto que estão dentro daquilo que o mercado nos pede, mas procurando dar sempre a melhor qualidade possível, pois o objetivo é fidelizar clientes e procurar novos”, refere Luís Araújo, responsável comercial da DGA, que diz que “é muito raro que alguns destes produtos tenham problemas. A garantia que damos em alguns destes produtos, que pode ser de dois anos para o utilizador, revela a confiança que temos naquilo que propomos ao mercado. Aliás, todos os produtos são previamente testados por nós, antes de serem introduzidos no mercado”.

AUTO-PARAVENTOS DGA
Quase totalmente presente no mercado B2B, quer em Portugal, quer no estrangeiro, a DGA possui uma componente de exportação muito forte, que representa já entre 50 e 60% das vendas de Auto-Paraventos que produz. “Temos vindo a crescer muito a componente da exportação de ano para ano, embora as vendas em Portugal também tenham vindo a subir”, comenta Luís Araújo, que revela que a empresa vende para Espanha, França, Reino Unido, Alemanha, Sérvia, entre outros países.

No entender deste responsável da DGA, uma boa parte do sucesso dos Auto-Paraventos que esta empresa portuense produz, está não só na qualidade do produto mas sim na sua fixação nos veículos. “Não usamos clipes de metal nem de plástico para fixar o Auto-Paravento, mas apenas a sua tensão e uma cola dupla que permite uma fixação perfeita na calha do vidro. Por outro lado, o acrílico que usamos é adquirido ao maior fabricante do mundo, que nos garante o máximo de qualidade”, explica Luís Araújo. Sendo a própria DGA a construir e produzir os moldes existe também uma grande preocupação com o design dos Auto-Paraventos, para que os mesmos que enquadrem de uma forma harmoniosa nos veículos aos quais se destinam, incluindo os mais recentes, segundo explica o mesmo responsável da DGA.

Os Auto-Paraventos é um produto que apresenta, segundo Luís Araújo, uma série de vantagens, pois permitem a ventilação natural no habitáculo e assim evitar o embaciamento, melhorar o consumo do veículo ao evitar usar o ar condicionado, proteger da chuva e que a sua utilização tem também estas vantagens nos veículos
elétricos.

Como novidades a DGA está para lançar um site para a marca Car Sense, com uma plataforma B2C, sendo que o back office deste site servirá para dinamizar um B2B dentro do site da DGA, que estará orientado para os profissionais. “É uma ferramenta muito importante para a nossa atividade, até porque o nosso tipo de produto funciona muito bem na vertente online”, refere o responsável dessa empresa. Com o objetivo de aumentar as vendas e a penetração dos Auto-Paraventos no mercado, a empresa pretende expandir ainda mais a sua presença internacional, trabalhando com revendedores / distribuidores locais, enquanto no mercado nacional quer dinamizar ainda mais os produtos DGA mas também todas os novos produtos / marcas que está a trabalhar. “Não queremos ter uma gama de produtos demasiado grande, preferimos continuar a aposta nestes produtos, nos quais confiamos e que sabemos que o mercado procura”, conclui Luís Araújo.

DGA
Luís Araújo
225 088 386
info@dga.pt
www.dga.pt

Artigo publicado na Revista Pós-Venda n.º 63 de dezembro de 2020. Consulte aqui a edição.

PALAVRAS-CHAVE