Ver todas

Back

Observatório Indicata: Vendas de usados em dezembro de 2021 caem 1,9%

20 Janeiro, 2022
1362 Visualizações

Segundo o Observatório Indicata, as vendas de automóveis usados online B2C em Dezembro 2021 caíram 24,9% em termos mensais.

As vendas em Dezembro caíram 4,3% em termos homólogos, mas se excluirmos o forte crescimento na Turquia, o mês ficou 8,4% atrás de Dezembro de 2020. 2021 viu as vendas de automóveis usados online B2C 9,0% mais altas do que o mesmo período em 2020 e 7,4% acima dos níveis de 2019.

As vendas de BEVs aumentaram 71% em relação ao ano anterior, enquanto as vendas de Híbridos aumentaram 42% durante o mesmo período.

Em Dezembro a rotação de stock de usados a Diesel continuou a ser a mais alta da região, a 6,5x e os usados a Gasolina voltaram ao segundo lugar com uma rotação de stock de 5,5x. Os BEVs usados estão consistentemente a vender tão rápido quanto os outros grupos motopropulsores, com uma rotação de stock de 5,4x e são os mais rápidos a vender em alguns países. A rotação do stock em termos homólogos aumentou para todos os grupos motopropulsores com os BEVs usados a +41%, Diesel e Híbridos usados a +28% e os usados a Gasolina a +20%.

Pelo quinto mês consecutivo é o status quo para os veículos com menos de 4 anos mais vendidos por volume. O Volkswagen Golf continua a ser o automóvel usado e o automóvel com motor de combustão interna mais vendido em geral. O Toyota Corolla destronou o Audi A6 do terceiro lugar para os Híbridos enquanto o BMW i3 ficou em segundo lugar para os BEVs, uma vez que trocou de lugar com o Audi E-tron. Os usados com menos de 4 anos de idade mais rápidos a vender em Dezembro, de acordo com o Market Day’s Supply, viram o Skoda Enyaq iV (33,8 dias MDS) ocupar o primeiro lugar, o MG 3 a reter o segundo lugar (39,5 dias) e o Lancia Ypsilon a subir para o terceiro (42,7 dias).

Os níveis de stocks no início de Janeiro de 2022 são 4,5% mais altos em termos mensais, mas 21,1% mais baixos do que no início de 2021 e 17,0% mais baixos do que no início de Janeiro de 2020.

O nosso índice de preços baseia-se num conjunto consistente de veículos indexados a Janeiro de 2021, mas foi reposto para o início do Ano Novo, o que produziria um aumento típico de cerca de 2%-4%, seguido normalmente por uma curva descendente dos preços médios devido ao impacto do ciclo de vida do produto. “Com a oferta de stock de qualidade e volume restringida na maioria dos mercados e a procura ainda razoavelmente forte, estamos a assistir a alguns recordes de preços nos automóveis usados, embora haja algumas evidências que estão a estabilizar em alguns países.”, afirma o Director Global do INDICATA, Andy Shields.

Portugal – Vendas de automóveis usados online B2C 8,9% acima de 2020 e 14,8% acima de 2019

As vendas de automóveis usados online B2C diminuíram 1,9% em Dezembro em comparação com o mês anterior e foram 12,0% inferiores a Dezembro de 2020.

Embora as vendas em termos homólogos tenham diminuído todos os meses desde Julho, o número total de vendas de automóveis usados online B2C em 2021 foi 8,9% superior ao de 2020 e 14,8% superior ao de 2019. Com o número total de registos de propriedade de automóveis usados, isto é, processuais, B2C e C2C, em 2021 a mostrar quedas em relação aos dois anos anteriores, parece que os compradores de automóveis usados portugueses estão mais inclinados para comprar usados online através de profissionais em vez de comprarem a outros particulares. Se este movimento está ou não relacionado com receios em torno da Covid-19 é algo que vale a pena observar durante este ano.

Com os níveis de stocks online B2C a descer mais 11,5% no início de Janeiro de 2022 em comparação com o início de Dezembro, são agora 32,7% inferiores aos do início de 2021 e 26,2% inferiores aos do início de 2020.

Apesar de as vendas de BEVs terem caído 18%, em termos mensais, em Dezembro de 2021, ainda são 57% mais elevadas do que no ano anterior e estão a vender tão rapidamente como os outros grupos motopropulsores. Em Dezembro, o Nissan Leaf tornou-se mesmo o terceiro modelo mais rápido a vender no nosso relatório “Top de 10 de Vendas” de automóveis com menos de 4 anos de idade.

PALAVRAS-CHAVE