Ver todas

Back

Que importância damos à iluminação dos veículos?

19 Novembro, 2021
429 Visualizações

Um estudo da Lumileds e a Fesvial concluiu que as oficinas têm um papel importante em informar e ajudar os condutores sobre a iluminação dos seus veículos.

TEXTO NÁDIA CONCEIÇÃO

A Philips, marca que comercializa os produtos de iluminação Lumileds, pretendeu averiguar qual o nível de conhecimento que os condutores têm sobre a iluminação dos veículos como elemento de segurança. Para isso, em conjunto com a Fesvial, foram inquiridos 600 condutores Espanhóis, através de um questionário online, sob o tema “Que importância damos à iluminação dos veículos?”.

O perfil de entrevistado foram condutores com idade entre 18 e 65 anos e o questionário dividiu-se em três blocos: iluminação e segurança viária, iluminação LED e mudança de luzes. “Este estudo pretendeu perceber que importância os condutores dão a este sistema de condução ativa, de que forma as tecnologias podem ajudar a melhorar a visibilidade na condução, assim como o papel das oficinas em informar e assessorar os condutores sobre como melhorar a iluminação dos seus veículos, além de também informar sobre os benefícios das novas formas de iluminação disponíveis no mercado”, indicou Cristina Catalá, da Fesvial.

“O parque automóvel esta a envelhecer e, por isso, pretendemos perceber de que forma os condutores estão ou não sensibilizados para as várias tecnologias e sistemas de iluminação disponíveis atualmente, assim como a sua relação com a segurança rodoviária. Queríamos obter dados objetivos e não basear-nos apenas em suposições”, acrescentou Ana Martin, da Lumileds, apresentando em seguida os vários tipos de tecnologias de iluminação que a empresa disponibiliza: “A tecnologia de halogéneo, predominante no parque automóvel, é a menos eficiente, sendo composta por muitos componentes, que devem estar a funcionar em pleno, para garantir o seu bom funcionamento. Existe também a tecnologia Xénon, assim como a mais recente, a tecnologia LED, que está a entrar em força no mercado. É a mais eficiente porque cerca de 90% da energia cria luz e apenas uma pequena parte é gerada em forma de calor”. Em seguida, Ignacio Lijarcio, da Fesvial, apresentou os resultados deste estudo, que concluiu que existe alguma falta de conhecimento e interesse por parte dos condutores sobre a tecnologia de iluminação LED, e que os mesmos consideram que as oficinas e lojas especializadas são o lugar mais adequado para obter informação e ajuda sobre como melhorar a iluminação dos veículos.

Consulte aqui o artigo completo

Artigo publicado na Revista Pós-Venda n.º 69 de junho de 2021. Consulte aqui a edição.

PALAVRAS-CHAVE